Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/05/2018 - 13h44
Postado em Destaques, Sanidade, Senar - PR

30/05/2018 13h44 - Postado em Destaques, Sanidade, Senar - PR

SENAR-PR difunde o MIP no Paraná

Manejo Integrado de Pragas traz benefícios para a sanidade da lavoura e para o bolso do produtor. Curso chega ao terceiro ano com adesão crescente

O uso de agroquímicos na produção de alimentos é um fato e uma necessidade. Em um país com um clima predominantemente tropical, como o Brasil, sem o uso destes produtos para o controle de pragas, seria inviável produzir os volumes que produzimos hoje, com até três safras por ano em algumas regiões.

Porém, isso não significa a aplicação máxima destes insumos para justificar a produção de alimentos. Pelo contrário, agroquímicos são produtos extremamente caros, que devem ser manejados com o máximo de responsabilidade e segurança, para resguardar a saúde do usuário, a sanidade das lavouras e reduzir o custo de produção.

Por conta disso o Sistema FAEP/SENAR-PR vem difundindo e incentivando o uso do Manejo Integrado de Pragas (MIP), por meio da qual os produtores utilizam os próprios organismos presentes na lavoura para manter as pragas (percevejos, lagartas, etc.) em um nível que não causem dano econômico à produção. Com isso, uma das consequências é a redução no número de aplicações de inseticidas. O bolso do agricultor agradece.

Para divulgar essa tecnologia, há dois anos o SENAR-PR disponibilizou o curso ‘Inspetor de Campo: MIP na soja’, que tem como objetivo formar profissionais capazes de conduzir uma lavoura de soja de acordo com o protocolo técnico da Embrapa. Ou seja, a capacitação permite identificar os diferentes tipos de insetos e calcular o potencial de dano econômico para saber quando é o momento certo de aplicar o defensivo agrícola.

Clique aqui para ler a matéria completa

Título da Postagem: SENAR-PR difunde o MIP no Paraná

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom