Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 18/11/2011 - 12h00
Postado em Notícias

18/11/2011 12h00 - Postado em Notícias

Paraná se especializa na produção de cafés especiais

O governador Beto Richa e o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, participaram da abertura da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná – Ficafé, em Jacarezinho. O evento, que termina nesta sexta-feira (18), é o maior do setor da cafeicultura paranaense e um dos maiores do Brasil com foco […]

O governador Beto Richa e o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, participaram da abertura da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná – Ficafé, em Jacarezinho. O evento, que termina nesta sexta-feira (18), é o maior do setor da cafeicultura paranaense e um dos maiores do Brasil com foco em cafés especiais. Participam da feira mais de 7 mil agricultores e cafeicultores de todo o Paraná e de outros estados.

"É meta da minha gestão resgatar a dívida do Estado com a região do Norte Pioneiro, que já foi a porta de entrada do desenvolvimento econômico e social do Paraná", disse Richa. "Vamos tornar o Paraná novamente referência na produção de cafés, mas com o objetivo de cultivar grãos especiais e de qualidade", afirmou o governador, que visitou os estandes da feira e participou de degustações da bebida.

A produção de qualidade reflete também no aumento da produtividade. A meta da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) e da Emater-PR é estimular o aumento do rendimento das atuais 22 sacas de café beneficiadas por hectare, em média, para 40 sacas por hectare, disse o secretário Norberto Ortigara.
Segundo o presidente da Emater Rubens Ernesto Niederheitmann, instituto vinculado à Seab, esta meta já está sendo realizada em diversas unidades referência de validação tecnológica, implementadas pela extensão rural com apoio da pesquisa agronômica e parceiros da cadeia produtiva do café. "O Projeto Café já tem desenhado o potencial de avanço da produção e da produtividade, servindo como base para formulação de políticas públicas de apoio ao cafeicultor paranaense", explicou.

Além do aumento da produtividade o secretário Ortigara prevê ainda a possibilidade do aumento de área de café, incorporando até 40 mil hectares aos atuais 90 mil hectares cultivados no Estado e mantendo a produção no patamar médio anual de 2,0 milhões de sacas beneficiadas. "Por isso estamos investindo na modernização da assistência técnica e extensão rural da Emater e na pesquisa agronômica do Iapar, esforço para capacitar o cafeicultor paranaense, tornando-o mais profissional".

Para isso, a Secretaria da Agricultura faz questão de participar e apoiar eventos como os promovidos pela Ficafé, onde existe uma cafeicultura pujante e competitiva no mercado internacional. "Queremos produzir mais e cuidar da bebida, ter no Paraná um café especial, de origem e com identificação da região produtora e para tal o governo fortalecerá as ações locais e regionais", disse Ortigara.

De acordo com o secretário de Agricultura e Abastecimento os produtores rurais e cafeicultores paranaenses têm acesso a todas as informações necessárias para o cultivo e manejo das plantações nos escritórios municipais da Emater. "O governo oferece orientações e programas de capacitação em agricultura em todo o Estado, além de promover iniciativas que auxiliam a modernização da cafeicultura", disse. que para o setor cafeeiro o importante é duplicar a produtividade das lavouras.

A Ficafe em sua 4ª edição começou na quinta feira, 17, no Centro de Eventos, Rodovia PR 431 – Km 26, em Jacarezinho e vai até a noite desta sexta-feira (18), com jantar de divulgação e premiação dos 10 classificados do Concurso Cup of Excellence, certame que envolveu a participação de 62 amostras de cafeicultores do Brasil julgadas por uma comissão internacional de 20 juizes.

A Ficafe é uma promoção da Acenpp, associação criada em 2006 com 130 associados e da Cocenpp (a mais nova cooperativa, integrando 50 cooperados) e patrocínio do Sebrae, com apoio do Governo do Paraná, através da Seab e suas vinculadas Emater e Iapar, Amunorpi, Cocenpp, Prefeitura de Jacarezinho, Sicredi, Banco do Brasil, Sicoob, Sistema Faep e Crea-PR. Participam 50 expositores e é aguardado o total de 4,0 mil visitantes nos estandes e nas clinicas tecnológicas, degustação comentada e rodadas de negócios.

Fonte: Seab

imprensa@faep.com.br