Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/09/2016 - 10h42
Postado em Agrinho, Destaques

28/09/2016 10h42 - Postado em Agrinho, Destaques

Os bons frutos do Programa Agrinho em Quatro Barras

Seis escolas públicas do Ensino Fundamental e uma de Educação Especial do município desenvolveram ações, dentre elas, projetos de alfabetização e até as obras de asfaltamento em frente a um dos colégios

Terceiro colocado na categoria Município do Concurso Agrinho 2016, Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), está colhendo os bons frutos do envolvimento de alunos e professores. Neste ano, o Programa envolveu seis escolas públicas do Ensino Fundamental e uma de Educação Especial, com o desenvolvimento de diversas ações, dentre elas, projetos de alfabetização e até as obras de asfaltamento em frente a um dos colégios.

Há 10 anos, a Secretaria Municipal de Educação utiliza o material didático do Programa Agrinho em sala de aula. “Nossos professores se motivaram e fizeram belíssimos trabalhos e, hoje, temos nossa realidade transformada graças ao Programa Agrinho”, relata a pedagoga Luciana Simioni Andreatta, coordenadora pedagógica da Secretaria.

Na Escola Municipal Izair Lago, no Bairro Borda de Campo, o Programa mobilizou 600 crianças em uma ação de trânsito que resultou na construção do asfalto em frente à escola. A obra era uma demanda antiga da instituição e foi concluída no mês passado. Os professores também estimularam os alunos através da implantação de uma horta, com a criação de uma cisterna e compostagem.

Além dessas ações, o “Projeto volta ao Mundo” está envolvendo as sete escolas com o objetivo de levar o conhecimento sobre outros países do mundo. “Os professores ensinam sobre o povo, a culinária, a religião, os costumes e curiosidades de outros países”, conta a pedagoga, acrescentando que uma vez por mês, os colégios oferecem aos alunos um prato típico de cada país estudado durante a merenda escolar. “Quando as crianças estavam estudando sobre os Estados Unidos, por exemplo, o prato foi hambúrguer e batatas fritas”, explica. O projeto se estende até o final deste ano letivo.

Quando se trata do papel do Programa Agrinho, Luciana não poupa elogios. “A gente acreditava que muitas coisas não sairiam do papel, mas, as ações desenvolvidas e estimuladas através do Programa transformaram a realidade da nossa comunidade.”

Leia a matéria completa e veja a lista das escolas premiadas aqui.

Título da Postagem: Os bons frutos do Programa Agrinho em Quatro Barras

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom