Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/08/2018 - 12h51
Postado em Destaques, Milho

20/08/2018 12h51 - Postado em Destaques, Milho

Milho opera com quedas em Chicago nesta segunda-feira

Com chuvas no Meio-Oeste, mercado volta a testar o lado negativo da tabela

Ao longo do pregão desta segunda-feira (20), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) voltaram a testar o lado negativo da tabela. As principais posições do cereal exibiam quedas entre 1,50 e 2,00 pontos, às 11h56 (horário de Brasília). O vencimento setembro/18 trabalhava a US$ 3,62 por bushel, enquanto o dezembro/18 era cotado a US$ 3,77 por bushel.

“Milho opera próximo da estabilidade, já que a força da soja acaba compensando a fraqueza do trigo”, informou a Reuters internacional. A perspectiva de que a China retome as compras de soja nos EUA tem mantido as cotações da oleaginosa em alta na CBOT.

Por outro lado, os futuros do trigo recuavam mais de 14 pontos, uma desvalorização de quase 3%, perto das 11h52 (horário de Brasília). “O trigo reduz a venda técnica e a realização de lucros após o aumento de 3% na sexta-feira”, destacou a Reuters internacional.

Paralelamente, as chuvas observadas no final de semana no Meio-Oeste americano e a previsão de mais chuvas nesta semana alimentam a expectativa de uma boa colheita no país nesta temporada, ainda conforme a Reuters.

Já no período de 25 a 29 de agosto, as previsões do NOAA – Serviço Oficial de Meteorologia do país – indicam chuvas variadas, acima e abaixo da normalidade no cinturão de produção do cereal. As temperaturas deverão ficar acima da normalidade em grande parte do Meio-Oeste.

Ainda hoje, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualiza as condições das lavouras. Nesta segunda-feira, o USDA também divulga seu relatório de embarques semanais. O número é um importante indicador de demanda e pode influenciar o andamento das negociações.

Bolsa brasileira

Enquanto isso, na bolsa brasileira, as cotações futuras do milho operam em campo negativo nesta segunda-feira (20). Por volta das 11h33 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam quedas entre 0,48% e 0,54%. O vencimento novembro/18 trabalhava a R$ 43,20 a saca e o janeiro/19 operava a R$ 44,20 a saca.

As cotações acompanham a queda observada no mercado internacional. Em Chicago, os futuros do cereal iniciaram a semana em campo negativo. Já o dólar opera em alta nesta segunda-feira, cotado a R$ 3,939 na venda, com ganho de 0,62%.

De acordo com informações da Reuters, a moeda espera mais uma rodada de pesquisas de intenção de votos para a Presidência da República e com a agenda esvaziada.

Fonte: Notícias Agrícolas

Título da Postagem: Milho opera com quedas em Chicago nesta segunda-feira

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom