Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 21/09/2010 - 12h00
Postado em Notícias

21/09/2010 12h00 - Postado em Notícias

Iapar

IAPAR recomenda manutenção de terraços mesmo no plantio direto

A eliminação dos terraços, estruturas de terra para retenção de água em áreas de cultivo, traz consequências desastrosas com aumento acentuado de erosão. Para tentar reverter o mau uso do solo, o Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR) lançou nota técnica, recomendando a manutenção do terraceamento em Sistema de Plantio Direto (SDP). Essa é uma das práticas mecânicas mais antigas e eficientes no controle da erosão.
O Paraná tem cerca de 5,7 milhões de hectares em plantio direto – mais de 80% de área agricultável do Estado. A técnica foi adotada na década de 70 e contribui para a redução da erosão. Com a eliminação dos terraços, segundo IAPAR,  houve processo acentuado de erosão, principalmente em área com maior declive. Isso foi percebido com a ocorrência de chuvas intensas, nos últimos anos, expondo novamente a agricultura paranaense a perdas de solo.
Para os pesquisadores do IAPAR o plantio direto isoladamente não é suficiente para o controle da erosão.
A nota técnica recomendada pelo IAPAR foi elaborada por pesquisadores, que simularam as perdas de solo, utilizando recomendações de espaçamento entre terraços, já publicadas pelo Instituto Agronômico de Campinas (IAC). No estudo, eles comparam as perdas de solo em situação de plantio convencional.   O IAPAR lançou o Boletim Técnico Nº 71 de agosto de 2010º –  Espaçamento entre terraços em plantio direto com as seguintes recomendações:
Recomendações:
1 – Os terraços devem ser mantidos em Sistema de Plantio Direto, pois é uma prática eficiente para controle da erosão, principalmente em anos com maior erosividade.
2 – A prática de remover um terraço a cada dois em Sistema de Plantio Direto não é recomendada para cultura anuais.
3- As recomendações de espaçamento entre terraços do Iapar E IAC apresentam perdas do solo próximas entre si para todos os cenários analisados.
4- As áreas agrícolas com espaçamento entre terraços do Iapar podem ser mantidas.
5- As áreas agrícolas onde serão construídos terraços podem utilizar tanto a recomendação de espaçamento de terraços do Iapar quanto do IAC.
 

A resolução 172/2010 que estabelece critérios para alocação de terraços em sistema de plantio direto, segundo orientações técnicas do IAPAR foi lançada pelo governador no dia 3 setembro em Campo Mourão.

O produtor que recusar a seguir o que determina a resolução 172/2010, pode ser notificado pela a resolução nº 066/2001 que dispõe sobre normas regulamentadoras dos procedimentos fiscalizatórios para preservação do solo agrícola no Estado do Paraná.

Maiores informações: Boletim Iapar

Legislação sobre normas regulamentadoras – processos fiscalizatórios

 

Cartilha Plantio Direto FAEP

imprensa@faep.com.br