Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 06/12/2018 - 08h14
Postado em Destaques, Grãos, Milho, Notícias, Soja, Trigo

06/12/2018 08h14 - Postado em Destaques, Grãos, Milho, Notícias, Soja, Trigo

China sinaliza possibilidade da volta de compras de soja nos EUA

Informações partem de agências internacionais de notícias e falam em compras, antes do final deste ano, de 12 milhões de toneladas de milho, 7 milhões de toneladas de trigo e 8 milhões de toneladas de soja

As especulações sobre os próximos movimentos de China e Estados Unidos após a trégua anunciada após a reunião do G20 se intensificam e a mais recente é de que os chineses já estariam se preparando para comprar soja, milho, trigo e gás natural dos americanos. As informações partem de agências internacionais de notícias e falam em compras, antes do final deste ano, de 12 milhões de toneladas de milho, 7 milhões de toneladas de trigo e 8 milhões de toneladas de soja.

Segundo analistas, esse é o primeiro sinal de que a China irá cumprir um de seus pontos da trégua e voltar a comprar “imediatamente”, como dizia o comunicado de Pequim, produtos agrícolas norte-americanos.

De acordo com informações da Bloomberg, membros do governo da China já teriam instruído sua equipe a tomar as medidas necessárias para que as compras fossem feitas. No entanto, ainda não se sabe se uma dessas medidas é a retirada das tarifas da nação asiática sobre os produtos norte-americanos ou quando essas compras poderiam, de fato, acontecer.

Como explicou o diretor da Labhoro Corretora, Ginaldo Sousa, ainda não há informações e tampouco confirmações de que a China já teria feito a retirada dessas tarifas e, com elas, ainda não é vantajoso para que volte a comprar nos Estados Unidos. “Os chineses não oficializaram e e os traders não confirmam, até porque se isso fosse divulgado, Chicago subiria de 50 a 60 centavos no dia”, diz.

No entanto, explica que o que poderia acontecer seria o governo chinês vindo às compras – já que não pagam a tarifação – o que também não constrói uma vantagem para as empresas privadas. Ao mesmo tempo, na medida em que a nova safra da América do Sul se aproxima a dos Estados Unidos acaba se tornando menos competitiva.

Matéria completa em: Notícias Agrícolas.

Título da Postagem: China sinaliza possibilidade da volta de compras de soja nos EUA

imprensa@faep.com.br