Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 02/10/2019 - 08h36
Postado em Agrinho, Destaques, Notícias

02/10/2019 08h36 - Postado em Agrinho, Destaques, Notícias

Vencedor do Agrinho 1998 conquista aprovação na OAB

Bolsa de estudos obtida após vencer o concurso há 21 anos colaborou diretamente para a formação educacional de Marcelo Gomes Costa

Um dos vencedores na categoria redação do Concurso Agrinho de 1998, Marcelo Gomes Costa, de Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro do Paraná, conseguiu a aprovação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O agora advogado teve uma contribuição decisiva do Programa Agrinho, desenvolvido pelo SENAR-PR, no seu sucesso profissional. Afinal, Costa obteve uma bolsa de estudos em um colégio particular do município após ter conquistado o prêmio, no fim dos anos 1990. O fato foi importante para ele entrar na faculdade de direito e, agora, lograr êxito na sua missão de trabalhar na área de advocacia.

Há um ano, Costa compartilhou uma parte da sua história em uma matéria, a capa da edição 1455 do Boletim Informativo. A edição da revista circulou na semana da premiação do Concurso Agrinho 2018. O texto lembrava a trajetória do estudante, que com 12 anos, em 1998, venceu o prêmio de melhor redação entre alunos da sua idade.

Na ocasião, o hoje advogado relembrou a mobilização municipal para dar uma chance ao então menino, vencedor do Agrinho, estudar em uma das melhores escolas da cidade. Uma instituição particular ofereceu uma bolsa de estudos, onde o então estudante frequentou as aulas até concluir o 3º ano do Ensino Médio. “Essa exposição que eu tive no fim das contas teve muito mais valor do que o prêmio que ganhei por si só. O meu verdadeiro prêmio foi o estudo. É algo que não tem preço”, revelou à reportagem na ocasião.

No momento de alegria pela conquista vivido atualmente, Marcelo segue enfatizando o papel do conhecimento na sua trajetória. “Na última vez que conversamos, eu estava na correria para terminar o TCC, entregar todos os trabalhos no prazo. Eu tinha tentado outras duas vezes o exame da ordem, e agora, no dia 10 de setembro, tive a felicidade de receber a notícia de que consegui passar na OAB”, compartilha.

O profissional das leis relembra de tudo o que passou nos últimos anos e enfatiza o quanto o conhecimento pesou na hora de vencer os desafios de entrar e permanecer na universidade. “A área de direito demanda muito conhecimento. A educação ajudou nesse sentido, de conseguir avançar na universidade e eu poder chegar onde estou hoje. E vai continuar sendo decisiva agora, na minha atuação profissional. Não tem a menor dúvida, foi a educação que mudou a minha vida”, comemora. “Foi por meio do Programa Agrinho que consegui a bolsa de estudos. O programa me deu essa base, que possibilitou entrar na Faculdade de Direito de Jacarezinho. Foi a base de tudo mesmo”, avalia.

Leia a matéria no Boletim Informativo.

Título da Postagem: Vencedor do Agrinho 1998 conquista aprovação na OAB

imprensa@faep.com.br