Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 27/12/2017 - 19h22
Postado em Mandioca

27/12/2017 19h22 - Postado em Mandioca

Unidos pela raiz

Pesquisa integrada e capacitação de produtores são as estratégias para recuperar a produtividade da mandioca

O pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura Marco Antônio Rangel é da unidade mandioca e Fruticultura que fica em Cruz das Almas, na Bahia. Mas desde 2010 ele se estabeleceu em Londrina (região Norte), para desenvolver pesquisas para a mandiocultura na região Centro-Sul do Brasil, que tem suas próprias características.

A vinda de Rangel faz parte de uma estratégia que envolve toda cadeia produtiva da mandioca para retomar sua produtividade. A mandioca é uma cultura que está presente na grande maioria dos municípios do Paraná. A raiz está incrustada na nossa cultura alimentar, sendo uma das maiores heranças gastronômicas dos povos indígenas. Atualmente essa cultura passa por um período de modernização, com novas tecnologias e técnicas de manejo chegando ao campo, diminuindo a distância entre os laboratórios de pesquisa e as lavouras comerciais.

A estratégia de atualização da produção, também inclui a realização de seminários e dias de campo para levar novas tecnologias e técnicas de manejo para os produtores rurais. Segundo o coordenador do Centro Tecnológico da Mandioca (Cetem), Claodemir Grolli, estes eventos têm como objetivo transferir o que há de mais novo em tecnologia de produção para os mandiocultores da região. Nos últimos dois anos, cerca de 70 produtores participaram destes eventos na região de Paranavaí (Noroeste).

Clique aqui para ler a matéria na íntegra

Título da Postagem: Unidos pela raiz

imprensa@faep.com.br