Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 02/05/2016 - 10h02
Postado em Agronegócios, Destaques, Grãos, Notícias

02/05/2016 10h02 - Postado em Agronegócios, Destaques, Grãos, Notícias

Situação das safras

Confira as condições da safra 2015/16 em todo o Estado para as culturas de soja, milho, feijão e trigo

Por Fernando Aggio – engenheiro-agrônomo do DTE

O DERAL/SEAB divulgou em 28/04/2016 o levantamento de estimativas e condições da safra 2015/16 no Estado do Paraná para as culturas de soja, milho, feijão e trigo.

SOJA – Estimativas e condições da cultura no Estado
A safra se encontra com 99% da área colhida no Paraná. A área plantada se concretizou em 5.274.875 ha, 3% maior que a safra anterior. A produtividade estimada inicialmente era de 3.436 kg/ha, mas devido a chuvas ocorridas tanto no plantio quanto na colheita, a estimativa ficou em 3.178 kg/ha, 4% menor que a safra 2014/15. A produção esperada no início da safra era de 18,08 milhões de toneladas, mas deve se concretizar em aproximadamente 16,75 milhões, confirmando a perda de 1,25 milhões de toneladas prevista desde o mês de março.

A qualidade do produto colhido foi variável, ocorrendo perdas por grãos ardidos, germinados e mofados em algumas áreas colhidas depois das chuvas do final de fevereiro nas regiões Norte e Noroeste do estado. A produtividade também não foi uniforme com áreas apresentando grande variação em lavouras de uma mesma região e até mesmo dentro de uma mesma propriedade. Apesar da menor produtividade, os preços pagos ao produtor foram atrativos e mantiveram a rentabilidade da cultura.

 MILHO 1ª safra – Estimativas e condições da cultura no Estado
A 1ª safra está com 97% da área colhida e o produto colhido apresentou boa qualidade. A área total plantada é de 423.695 hectares, sendo 22% menor do que a safra do ano anterior. A produção esperada é de 3.409.668 toneladas, 26% menor do que a produção da safra 2014/15. A produtividade esperada inicialmente era acima de 8.500 kg/ha mas deve se concretizar em 8.053 kg/ha, 6% menor do que a safra 2014/2015. A queda de produtividade ocorreu devido ao excesso de chuvas na colheita e baixa luminosidade com chuvas excessivas na fase vegetativa da cultura, no mês de novembro de 2015.

 MILHO 2ª safra – Estimativas de plantio e condições da cultura no Estado
A 2ª safra está com 100% da área plantada. 10% em desenvolvimento vegetativo, 31% em floração e 53% no estádio de frutificação e 6% em maturação. 76% considerada em boas condições e 21% em condições médias e 3% em condições ruins.
A área total plantada é de 2.207.068 ha, sendo 14% maior do que a safra do ano anterior e a produção esperada é de 12.398.712 t, 7% maior do que a produção da 2ª safra de 2015. A produtividade esperada é de 5.621 kg/ha, 6% menor que a safra do ano passado e 3,5% menor do que a estimativa inicial da 2ª safra em fevereiro de 2016, que era de 5.824 kg/ha.
As regiões Norte e Oeste do Estado sofreram com um período de mais de 20 dias com falta de chuvas e altas temperaturas no mês de abril, impactando a cultura e causando a diminuição da previsão de produtividade. A previsão de geada para o dia 28 não se concretizou nas regiões Oeste e Norte do estado e as baixas temperaturas registradas a partir do dia 27 aparentemente não causaram perdas significativas para a cultura.

FEIJÃO 2ª safra – Estimativas de plantio e condições da cultura no Estado
A 2ª safra de feijão está com 100% da área plantada, 6% em estádio de floração, 47% frutificação e 47% no estádio de maturação. A área colhida é de 19% e o produto apresenta boa qualidade. A área plantada se concretizou em 205.459 ha, 2% menor que a da 2ª safra de 2015. A produção estimada é de 374.328 toneladas, 3% menor que a anterior e com rendimento estimado em 1.831kg/ha, sem diferença significativa para a produtividade da 2ª safra de 2015.
As lavouras sofreram com um período de estiagem no mês de abril, mas mantiveram uma expectativa de produtividade adequada. As baixas temperaturas registradas aparentemente não causaram grandes danos às lavouras das regiões de Guarapuava, Castro, Ponta Grossa e Pato Branco.

 TRIGO – Estimativas de plantio e condições gerais da cultura no Estado

A safra de trigo 2016 tem uma área estimada em 1.155.605 ha, sendo 14% menor que a safra 2015. A produção esperada é de 3,48 milhões de toneladas, 6% maior que em 2015 e a produtividade é estimada em 3.008 kg/ha, 23% maior que a da safra passada. O plantio teve início no mês de abril a está com 3% da área plantada, 96% em estádio de germinação e 4% em desenvolvimento vegetativo. 99% considerada em boas condições de desenvolvimento e 1% em médias condições. O plantio deve se intensificar no mês de maio nas regiões Norte, Oeste e Sudoeste, e em junho até a primeira dezena de julho na região Centro-Sul e Sudeste, onde se concentra a maior parte das lavouras.

TABELAS COMPARATIVAS SOJA/MILHO/FEIJÃO/TRIGO – SAFRAS 14/15 E 15/16

 

Tabela 1 – Estimativa de Área, Produção e Rendimento das Safras 14/15 – 15/16
CULTURAS ÁREA PRODUÇÃO RENDIMENTO
(mil ha) (toneladas) (kg/ha)
14/15 15/16 % 14/15 15/16 % 14/15 15/16 %
FEIJÃO 1ª 193 183 -5 324.398 289.853 -11 1.698 1.633 -4
FEIJÃO 2ª 210 205 -2 385.367 374.328 -3 1.838 1831 0
MILHO 1ª 542 424 -22 4.637.882 3.409.668 -26 8.571 8.053 -6
MILHO 2ª 1.928 2.207 14 11.569.770 12.398.712 7 6.001 5.621 -6
SOJA 5.107 5.275 3 16.957.041 16.745.173 -1 3.321 3.178 -4
TRIGO 1.346 1.156 -14 3.284.761 3.476.333 6 2.448 3.008 23
Fonte: SEAB/DERAL Elaboração: DTE/FAEP

 

 

 

Tabela 2 – Preços Médios Recebidos pelos produtores
PRODUTOS                 VALORES (R$)  
abr/15 abr/16 Variação Preço 29/04/2016
Soja 57,57 66,01 14,66% 70,75
Milho 20,87 37,18 78,15% 39,71
Feijão de cor 119,20 208,39 74,82% 203,61
Feijão preto 110,51 142,82 29,24% 143,52
Trigo 34,37 40,81 18,74% 41,40
Fonte: SEAB/DERAL Elaboração: DTE/FAEP

 

Título da Postagem: Situação das safras

imprensa@faep.com.br