Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 03/12/2018 - 13h54
Postado em Cafeicultura, Destaques

03/12/2018 13h54 - Postado em Cafeicultura, Destaques

Produtoras leiloam lotes de café especial no Norte Pioneiro

No total, 13 lotes foram arrematados ao longo do II Cup das Mulheres do Café, realizado em Londrina

Produtoras que fazem parte do Projeto Mulheres do Café – desenvolvido pelo Instituto Emater – leiloaram lotes de café especiais produzidos no Norte Pioneiro do Paraná. No total, foram arrematados 13 lotes do produto selecionado. Outros 29 lotes continuam à venda, no Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), em Londrina. O leilão foi realizado ao longo do II Cup das Mulheres do Café do Norte Pioneiro, promovido em Londrina, pela Emater, Iapar, IWCA e Sistema FAEP.

Os lotes foram adquiridos por seis empreendimentos – como cafeterias, exportadores, torrefações e baristas. Outros três já estão cadastrados para provar e adquirir os lotes que ainda não foram comercializados. Uma das coordenadoras do projeto, a extensionista social da Emater, Cíntia Mara Lopes de Souza aponta que a aproximação das produtoras com o mercado de trabalho é um dos pontos positivos do Mulheres do Café.

“É uma interação muito positiva. Além da venda, em si, as produtoras podem ter esse contato direto com os profissionais deste mercado, criam um relacionamento bastante próximo, já pensando na próxima safra”, disse.

Todos os cafés leiloados foram colhidos e selecionados manualmente, além de terem amostras avaliadas por um júri especializado, de acordo com protocolos e parâmetros internacionais – estabelecidos pela Associação Americana de Cafés Especiais (SCAA, na sigla em inglês). A classificação incluiu degustação prévia e análise de defeitos e de peneira do produto.

Valorização feminina

O Projeto Mulheres do Café tem a participação de 300 cafeicultoras de diferentes municípios produtores do grão. O objetivo da iniciativa é melhorar a qualidade do produto e, com isso, impulsionar a renda das famílias que vivem da cafeicultura. Outro ponto decisivo é que o programa visa a valorização do trabalho feminino. Por isso, o Mulheres do Café aposta na qualificação das participantes.

“As mulheres são assistidas pela Emater desde 2013, dentro deste projeto. A ideia é valorizar as mulheres na cafeicultura, por meio de capacitação, qualificação, formação. É aí que entram os cursos do SENAR-PR, capacitando e profissionalizando”, explicou Cíntia. “Na prática, a gente viu que o projeto tem um poder de decisão e transformação muito grande. A partir disso, a qualidade do café produzido melhorou muito significativamente”, acrescentou.

O evento contou com o apoio da Probat Leogap; da Capricornio Coffees (exportadora de cafés especiais); do Consórcio Intermunicipal do Vale do Rio Cinzas – Civarc; da Associação do Produtores e Produtoras de Cafés Especiais do Matão – Approcem e da Associação de Produtores de Cafés Especiais da Lavrinha – Aprocafel.

Título da Postagem: Produtoras leiloam lotes de café especial no Norte Pioneiro

imprensa@faep.com.br