Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/09/2017 - 17h18
Postado em Agronegócios, Destaques, Ferrugem, Grãos, Notícias, Soja

05/09/2017 17h18 - Postado em Agronegócios, Destaques, Ferrugem, Grãos, Notícias, Soja

Produtor adota Manejo Integrado de Pragas e elimina aplicações de defensivos contra lagarta

Produtor rural de Londrina destinou uma área de 290 hectares de soja à técnica e colheu resultados surpreendentes no Norte do Paraná

O produtor rural José Roberto Mortari cultiva 387 hectares de soja em Londrina, no Norte do Paraná. Na temporada passada, ele resolveu sair na frente em relação ao cuidado com a plantação e colocou um total de 290 hectares (cerca de 75% do total) no Manejo Integrado de Pragas (MIP). O resultado foi uma redução considerável no número de aplicações de defensivos agrícolas, solo menos compactado, uma lavoura mais equilibrada e um incremento direto na rentabilidade.

O processo começou com o curso do SENAR-PR Inspetor de Campo em MIP Soja, que Mortari descobriu por meio da FAEP (ele faz parte da diretoria do Sindicato Rural de Londrina). A formação está dentro das principais temáticas trabalhadas no programa Plante Seu Futuro. Chama a atenção o fato de o produtor ter dedicado uma área considerável para o MIP logo de início, já que o mínimo para se adotar o programa é cinco hectares e boa parte dos agricultores começa nesta faixa.

Com a área de 290 hectares delimitada, 16 alunos do curso de Agronomia da Universidade Estadual de Londrina (UEL) se inscreveram no curso do SENAR-PR e passaram a dedicar seus sábados, durante o período de desenvolvimento da cultura, para fazer uma análise detalhada dos talhões da propriedade de Mortari. A cada semana, 20 hectares tinham a incidência de pragas detalhada. A partir da contagem e classificação de insetos, um plano de ação sobre a aplicação de inseticidas era traçado.

Leia a matéria completa.

Título da Postagem: Produtor adota Manejo Integrado de Pragas e elimina aplicações de defensivos contra lagarta

imprensa@faep.com.br