Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 12/02/2014 - 09h40
Postado em Agronegócios, Faep, Grãos, Infraestrutura, Logística, Meio Ambiente, Soja

12/02/2014 09h40 - Postado em Agronegócios, Faep, Grãos, Infraestrutura, Logística, Meio Ambiente, Soja

Operação Safra 2014 pretende agilizar embarque de grãos

Lançada a Operação Safra 2014 com o objetivo de evitar filas e agilizar o embarque de grãos no Porto de Paranaguá

Pátio-Porto-ParanaguáO governo do Estado lançou ontem a Operação Safra deste ano nos mesmos moldes de 2013 com o objetivo de evitar filas e agilizar o embarque de grãos no Porto de Paranaguá. A campanha de comunicação é voltada para exportadores e caminhoneiros. A expectativa é movimentar entre 17 milhões e 20 milhões de toneladas de grãos neste ano e receber mais de 440 mil caminhões. No ano passado, foram 15,4 milhões de toneladas no corredor de exportação.

A campanha tem poucas novidades em relação ao ano passado. Uma das inovações é a preocupação com a questão ambiental. Os caminhoneiros e exportadores serão orientados para evitar o acúmulo de resíduos nas vias de acesso ao porto.

Em Paranaguá, no entorno do porto e no pátio de triagem, serão realizadas blitze para distribuição de lixeiras para os caminhões e sacos de lixo, que deverão ser usados para acondicionar os grãos residuais das caçambas para evitar o acúmulo de sedimentos nas vias.

A operação conta com materiais como folders, com mapas das rotas até terminais de carga e descarga; totens na entrada dos terminais; outdoors e placas (nas estradas do interior, na descida da Serra do Mar e na cidade, tanto nos acessos ao porto quanto no pátio de triagem).

O lançamento da operação também deve acontecer no interior do Paraná com ações nos postos de Ponta Grossa, Cascavel e Maringá. O material informativo também será distribuído nas praças de pedágio das concessionárias de rodovias CCR, Ecovia e Ecocataratas.

O assessor técnico-econômico da Federação da Agricultura do Paraná (Faep), Nilson Hanke Camargo, disse que cada investimento realizado no porto demora cerca de cinco anos para ficar pronto e apresentar resultados. Ele considerou positivo o resultado do Sistema Carga Online, através do qual os caminhoneiros fazem o agendamento de cargas para descarregar no porto. No entanto, destacou que, enquanto não aumentar a área de atracação de navios em Paranaguá, o escoamento de grãos não vai melhorar.

Até o dia 10 de fevereiro, foram exportados 1,4 milhão de granéis pelo porto, com aumento de 25% em relação ao mesmo período de 2013. O porto recebeu ainda 32,2 mil caminhões até a última segunda-feira, o que também representou um aumento de 25% em relação ao ano passado.

Ontem, o superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, destacou que o objetivo é dobrar o número de vagas para caminhões no porto até o final do ano com investimentos da iniciativa privada. Hoje, o pátio de triagem público tem capacidade para 1,5 mil a 1,7 mil caminhões. Os pátios alternativos devem ser instalados ao longo da BR-277 que dá acesso ao porto. “Serão áreas privadas. A única relação com o porto é que eles terão que se engajar dentro da programação de carregamento do porto”, disse.

Ele também comentou que o porto deve funcionar durante a Copa do Mundo. “Não podemos perder um dia de trabalho.”

 

Fonte: Folha de Londrina – 12/02/2014

Título da Postagem: Operação Safra 2014 pretende agilizar embarque de grãos

imprensa@faep.com.br