Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 01/02/2016 - 08h41
Postado em Campanhas, Destaques, Sanidade

01/02/2016 08h41 - Postado em Campanhas, Destaques, Sanidade

MIP em soja reduz em mais de 50% aplicação de inseticidas no Paraná

Adoção do Manejo Integrado de Pragas vem sendo estimulado nas propriedades do Paraná

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Instituto Emater (PR), desde a safra 2012/2013, instalaram Unidades de Referência (URs) em propriedades de 160 produtores do Paraná para avaliar o impacto da utilização no Manejo Integrado de Pragas na cultura da soja.

O resultado é a redução em 50% na aplicação de inseticidas. Esse tema será tratado pela Embrapa em cinco mini-palestras realizadas durante o Show Rural 2016.

Segundo o pesquisador da Embrapa Soja, Osmar Conte, o número médio de aplicações de inseticidas nas Unidades de Referência que utilizaram o MIP, na safra 2014/2015 foi de 2,1 aplicações, enquanto a média estadual foi de 4,7 entre os produtores que não utilizam a tecnologia. “É um número bastante expressivo, pois mostra uma redução na aplicação de inseticidas superior a 55% nas áreas que adotam o MIP”, ressalta Conte. Outro indicador de sucesso da tecnologia foi o tempo decorrido até a primeira intervenção com inseticidas para o controle de pragas. Enquanto a média para a primeira aplicação nas Unidades de Referência foi de 66 dias, nas áreas comerciais a média foi de 35 dias. Segundo Harger, se as estratégias de MIP fossem usadas em todo o Estado, oportunizaria ao agricultor uma economia no custo de produção para o controle de pragas da soja. “Baseando-se no trabalho que fizemos nas Unidades de Referência foi possível conseguir uma economia média de três sacas de soja por hectare, comparando-se com o que tem sido praticado pelos agricultores no Paraná”, revela.

O Manejo Integrado de Pragas (MIP) é um conjunto de tecnologias baseado na amostragem de pragas e no monitoramento da lavoura para a tomada de decisão com relação ao controle de pragas. É uma ferramenta para favorecer a racionalização do uso de inseticidas com redução nos custos de produção.

Essas ações são fruto de ações estabelecidas no âmbito do programa Plante seu Futuro, que tem em seu Comitê Gestor a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná, o sistema Ocepar, da Organização das Cooperativas do Paraná a Itaipu Binacional, o Instituto Agronômico do Paraná, Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa),a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), a Federação da Agricultura do Estado do Paraná, o Emater e a Embrapa.

Fonte: Embrapa

Título da Postagem: MIP em soja reduz em mais de 50% aplicação de inseticidas no Paraná

imprensa@faep.com.br