Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 03/05/2017 - 16h35
Postado em Destaques, Insumos

03/05/2017 16h35 - Postado em Destaques, Insumos

Lodo na lavoura

Rico em matéria orgânica, produto proveniente de estações de tratamento de esgoto da Sanepar é usado na agricultura

O aproveitamento da matéria orgânica presente nos dejetos de animais para adubação na agricultura é prática antiga. Em alguns sistemas produtivos, como a avicultura, por exemplo, é comum a venda da cama de aviário para a agricultura, possibilitando uma renda extra para os avicultores. Na suinocultura, o uso do esterco para produção de biogás e biofertilizante também é comum em algumas regiões.

No caso do esgoto doméstico humano não é diferente. Desde 2002 a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) vem destinando o lodo sólido proveniente do tratamento do esgoto para uso na agricultura. A operação começou com os municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e Foz do Iguaçu (Oeste). Cinco anos depois o processo foi ampliado para outras regiões do Paraná, sendo que no ano passado foram distribuídas 21.411 toneladas de lodo para a agricultura.

De acordo com o gerente da Unidade de Serviço de Processos de Esgoto (Useg) da Sanepar, Edgar Faust Filho, o lodo de esgoto é rico em matéria orgânica, promovendo melhorias nas características físicas, químicas e biológicas do solo. Segundo ele, o Programa de Uso Agrícola de Lodo de Esgoto desenvolvido pela Sanepar higieniza o lodo gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s) pelo processo de Estabilização Alcalina Prolongada (lodo de esgoto EAP). Desse modo, o material também atua como corretivo de acidez do solo.

Leia a matéria e entenda como funciona o produto aqui.

Tags:, , ,

Título da Postagem: Lodo na lavoura

imprensa@faep.com.br