Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 18/12/2014 - 15h13
Postado em Pecuária de Leite

18/12/2014 15h13 - Postado em Pecuária de Leite

Leite: produção aumenta 6% no Brasil e 10% no PR em 2013

De 2012 para 2013 a região Sudeste aumentou a produção em 4% e a Sul em 10%

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou terça-feira, (16/12), os dados da pesquisa de Produção da Pecuária Municipal (PPM), mostrando que o Brasil produziu 34,2 bilhões de litros de leite em 2013, 6% a mais que o volume obtido no ano anterior. Um crescimento de 10% no período manteve o Paraná na 3ª colocação nacional, com produção de 4,3 bilhões de litros, muito próximo do Rio Grande do Sul, 2º colocado com produção de 4,5 bilhões de litros.

Entre as regiões brasileiras, diminuiu ainda mais a diferença de produção entre a região Sudeste e a Sul. Tradicionalmente a Sudeste é a maior produtora de leite, com 12 bilhões de litros produzidos em 2013. Essa hegemonia está prestes a ser perdida em função do crescimento acentuado da região Sul que produziu 11,7 bilhões de litros em 2013. De 2012 para 2013 a região Sudeste aumentou a produção em 4% e a Sul em 10%.
O quadro 1 mostra as produções de leite em 2012 e 2013 no Brasil e suas regiões, em estados selecionados e o percentual de crescimento no período.

Quadro 1- Produção de leite em bilhões de litros
BRASIL , REGIÕES E ESTADOS SELECIONADOS 2012  2013  Crescimento %(2013 sobre 2012 )

 

BRASIL 32,3 34,2 6
SUDESTE 11,6 12,0 4
SUL 10,7 11,8 10
CENTRO OESTE 4,8 5,0 4
NORDESTE 3,5 3,6 3
NORTE 1,7 1,8 6
Minas Gerais 8,9 9,3 5
Rio Grande do Sul 4,0 4,5 11
Paraná 3,9 4,3 10
Goiás 3,5 3,8 6
Santa Catarina 2,7 2,9 7
São Paulo 1,69 1,68 -1
Bahia 1,08 1,16 8

Fonte-IBGE elaboração FAEP

REGIÃO SUDOESTE ASSUME 1ª COLOCAÇÃO NO PARANÁ
Entre as regiões paranaenses, dois grandes destaques: o crescimento de 63,8% da produção da região Sudeste e de 19,8% da região Sudoeste.

Pelos dados do IBGE o aumento de produção na Sudeste, que representa 3,2% da produção paranaense, se deu por acréscimos expressivos de produtividade ( 40%) e do número de vacas ordenhadas (17%).

Porém, em volume de leite produzido o crescimento da região Sudoeste é mais impactante, ao ponto desta assumir a 1ª colocação no ranking paranaense, posição anteriormente ocupada pela região Oeste.

Em 2013, a região Sudoeste assumiu peso de 25,2% na produção paranaense e a Oeste ficou com 23,9% de representatividade.

Pequenas propriedades conduzidas pelos integrantes da família, aumento da procura por cursos de capacitação, condições climáticas favoráveis, presença de um grande número de indústrias de laticínios, bons preços recebidos pelo leite nos dois últimos anos são alguns aspectos que podem justificar o interesse crescente da região Sudoeste pela atividade.

Nessa região o número de vacas ordenhadas aumentou em torno de 33% em relação a 2012, justificando o aumento de produção, mas que por outro lado talvez possa ser a razão da quebra de 10% de produtividade, considerando que das 79 mil vacas adicionadas ao rebanho da região em 2013, um percentual não tinha boa aptidão leiteira.

O quadro 2 abaixo mostra o desempenho da produção leiteira regional no Paraná, enquanto o quadro 3 mostra os dados regionais de produtividade e crescimento do número de vacas ordenhadas.

Quadro 2- PRODUÇÃO DE LEITE (em milhões de litros) 
REGIÕES DO PARANÁ 2012 2013 Crescimento% 
SUDOESTE 914.472 1.095.843 19,8
OESTE 974.993 1.037.799 6,4
CENTRO ORIENTAL 550.359 582.803 5,9
CENTRO SUL 439.886 453.957 3,2
NOROESTE 351.434 378.724 7,8
NORTE CENTRAL 222.253 211.755 -4,7
NORTE PIONEIRO 203.341 208.537 2,6
CENTRO OCIDENTAL 140.966 157.723 11,9
SUDESTE 85.727 140.411 63,8
METROPOLITANA DE CURITIBA 85.076 79.940 -6,0

Fonte IBGE.  Elaboração: DTE/FAEP

 

Quadro 3- Produtividade média (litros de leite/vaca/ano)e acréscimo % Vacas Ordenhadas

 

 Regiões

Do

Paraná

 Produtividade

 

2012

 

 Produtividade

 

2013

 

 Acréscimo

Produtividade %

Acréscimo Vacas Ordenhadas%
SUDOESTE 3.744 3.406 -10 33
OESTE 3.203 3.460 8 -1
CENTRO ORIENTAL 4.584 4.563 -0,45 6
CENTRO SUL 2.083 2.063 -1 4
NOROESTE 1.746 1.757 1 7
NORTE CENTRAL 1.354 1.424 5 -9
NORTE PIONEIRO 1.120 1.144 2 0
CENTRO OCIDENTAL 1.547 1.726 12 0
SUDESTE 1.622 2.277 40 17
METROPOLITANA DE CURITIBA 1.817 1.713 -6 -0,35

Fonte: IBGE/ Elaboração: DTE/FAEP

CASTRO: CAMPEÃO NACIONAL
Entre os municípios brasileiros, Castro é o 1º colocado em volume de leite produzido com 230,7 milhões de litros, diferença superior de 39% em relação à produção de Morrinhos (GO), município colocado em 2 º lugar.

Os demais municípios paranaenses colocados entre os 30 primeiros são: Carambeí, 6ª colocação com produção de 129,9 milhões de litros; Marechal Cândido Rondon, 11º colocado com produção de 110,7 milhões de litros; Toledo, em 16º lugar produziu 96,8 milhões de litros; Cascavel, 21º colocado com produção de 89,1 milhões de litros; Chopinzinho, em 23º lugar com 84,2 milhões de litros; Arapoti com produção de 78,4 milhões de litros em 27º.

O quadro 4 mostra o ranking dos 30 primeiros colocados na produção nacional de leite.

 

Quadro 4 – RANKING DOS 30 PRIMEIROS MUNICIPIOS BRASILEIROS EM PRODUÇÃO DE LEITE – 2013
Município  MIL LITROS
1º – Castro – PR 230.700
2º – Morrinhos – GO 165.495
3º – Patos de Minas – MG 155.023
4º – Piracanjuba – GO 147.490
5º – Jataí – GO 143.100
6º – Carambeí – PR 129.990
7º – Ibiá – MG 119.015
8º – Coromandel – MG 113.669
9º – Unaí – MG 113.000
10º – Patrocínio – MG 111.200
11º – Marechal Cândido Rondon – PR 110.691
12º – Catalão – GO 99.900
13º – Concórdia – SC 99.100
14º – Curvelo – MG 97.451
15º – Monte Alegre de Minas – MG 96.976
16º – Toledo – PR 96.837
17º – Passos – MG 92.734
18º – Ipameri – GO 91.800
19º – Prata – MG 91.300
20º – Uberlândia – MG 90.000
21º – Cascavel – PR 89.100
22º – Paracatu – MG 87.321
23º – Pompéu – MG 87.170
24º – Chopinzinho – PR 84.244
25º – Orizona – GO 80.000
26º – Perdizes – MG 79.200
27º – Arapoti – PR 78.445
28º – Luziânia – GO 77.760
29º – Itamaraju – BA 75.518
30º – Lagoa Formosa – MG 73.690

Fonte IBGE.  Elaboração: DTE/FAEP
O mapa abaixo apresenta a distribuição espacial da produção de leite no Paraná em 2013 (em milhões de litros), o crescimento percentual de 2013 em relação a 2012 e os balões mostram a participação% da região na produção paranaense.

mapa

 

Fonte IBGE.  Elaboração: DTE/FAEP

Por:  Maria Silvia C. Digiovani, engenheira-agrônoma do Departamento Técnico Econômico da FAEP

Título da Postagem: Leite: produção aumenta 6% no Brasil e 10% no PR em 2013

imprensa@faep.com.br