Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 27/09/2019 - 11h22
Postado em Destaques, Notícias

27/09/2019 11h22 - Postado em Destaques, Notícias

Instrutor do SENAR-PR se torna prefeito no Norte do Estado

Maurício Aparecido da Silva conta como atuação pedagógica influencia a administração municipal

O instrutor do SENAR-PR desempenha um importante papel na comunidade onde atua. Além de ser o difusor do conhecimento, que ensina técnicas e leva informação para dentro das porteiras, o profissional assume, muitas vezes, o papel de articulador de políticas locais e iniciativas que miram o benefício coletivo. Com o passar dos anos, muitos destes profissionais tornam-se referências nas regiões onde prestam serviço. Em diversos casos, esta atuação acaba extrapolando as lides no campo, indo parar na esfera política.

Na última eleição, em 2017, isso aconteceu em Mandaguaçu, cidade da região Norte do Paraná, onde a população escolheu o instrutor do SENAR-PR Maurício Aparecido da Silva para assumir a prefeitura. Conhecido como Índio, Maurício iniciou sua carreira como instrutor em 1993, ministrando cursos na área de fertirrigação. Porém, ainda nos primeiros anos em sala de aula, percebeu que seu caminho seria atuando em prol da coletividade.

Depois de um período trabalhando em usina sucroalcooleira, o atual prefeito voltou aos quadros do SENAR-PR em 2005, com cursos nas áreas de mecanização agrícola, agricultura de precisão e no programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA), que trabalha os vínculos dos jovens com a terra, preparando para uma profissão no campo.

“Eu atribuo ao próprio SENAR-PR, e ao fato de ser professor de matemática, o meu contato pedagógico com a região. Foi esse contato que me conduziu à prefeitura. Primeiro como vereador, em 2004, e depois como prefeito a partir 2017”, observa Índio.

Segundo ele, o contato próximo do SENAR-PR com os produtores e trabalhadores rurais foi outro fator que permitiu identificar as demandas e necessidades da comunidade. “Essa sintonia, somada ao serviço de qualidade, fazem com que o trabalho seja lembrado. E política é feita de contato, de propostas, e as palestras do SENAR-PR contribuíram muito para que as pessoas tivessem afinidade com as ideias de um pretenso político”, avalia o dirigente municipal.

De acordo com o prefeito, a experiência como instrutor do SENAR-PR tem reflexos na administração do município. “Com certeza tenho um olhar diferente para os produtores rurais, para as estradas e para a educação, já que como instrutor eu trabalhei muito com jovens.

Hoje eu entendo muito mais que o modelo utilizado pelo SENAR-PR, de teoria e prática, funciona muito. A teoria tem que ser contextualizada em campo”, acredita. Hoje, em função dos compromissos na prefeitura, Índio está afastado das funções de instrutor do SENAR-PR, mas não em definitivo. “A política pode ser passageira. Por isso quero manter meu elo com a instituição”, afirma.

Leia mais matérias no Boletim Informativo.

imprensa@faep.com.br