Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 19/03/2014 - 11h45
Postado em Agronegócios, Soja

19/03/2014 11h45 - Postado em Agronegócios, Soja

Indústria reduz projeções para colheita e exportação de soja

  A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) confirmou as expectativas e também reduziu sua estimativa para a produção de soja em grão do país nesta safra 2013/14, que já está em fase final de colheita. Em relatório de oferta e demanda divulgado ontem, a entidade passou a projetar o volume total, ainda […]

 

Soja para China 8A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) confirmou as expectativas e também reduziu sua estimativa para a produção de soja em grão do país nesta safra 2013/14, que já está em fase final de colheita.

Em relatório de oferta e demanda divulgado ontem, a entidade passou a projetar o volume total, ainda recorde, em 86,1 milhões de toneladas, 2,8% menos que o previsto em fevereiro (88,6 milhões). O ajuste reflete as perdas provocadas pelo déficit hídrico na região Sul. Em relação à temporada passada, o aumento caiu para 5,5%.

Em virtude dessa correção, a Abiove também baixou sua expectativa para as exportações do grão no ano civil 2014, agora calculadas em 44 milhões de toneladas – eram 44,5 milhões em fevereiro e foram 42,8 milhões em 2013.

Se confirmado, esse volume de embarques, mesmo redimensionado, também será o maior já registrado. Mas não será suficiente para garantir um novo recorde na receita das exportações, em virtude da tendência de queda de preços no mercado internacional, sobretudo no segundo semestre.

Ontem, entretanto, as cotações do grão voltaram a subir na bolsa de Chicago, impulsionadas pela demanda aquecida pelo produto americano nos fronts externo e doméstico. Os contratos com vencimento em julho encerraram o pregão a US$ 13,9575 por bushel, ganho de 20,50 centavos de dólar em relação à véspera.

Conforme a Abiove, os embarques do grão deverão render US$ 20,7 bilhões em 2014, 9,3% menos que no ano passado. A entidade manteve suas projeções para o volume de exportações de farelo e óleo, cujas respectivas receitas também deverão recuar.

A Abiove projeta os embarques de farelo neste ano em 13,7 milhões de toneladas, 500 mil a mais que em 2013, com receita de US$ 5,8 bilhões, 15,2% menos em igual comparação. Já as exportações de óleo deverão atingir 1,3 milhão de toneladas, mesmo patamar do ano passado, e render US$ 1,1 bilhão, uma retração de 17,2%.

Assim, as exportações totais de soja em grão e seus derivados deverão somar, conforme a Abiove, US$ 27,6 bilhões em 2014, 11% menos que no ano passado. Se confirmada, será o primeiro recuo nessa frente desde 2010.

Fonte: Valor Econômico

Título da Postagem: Indústria reduz projeções para colheita e exportação de soja

imprensa@faep.com.br