Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 12/04/2012 - 12h00
Postado em Notícias

12/04/2012 12h00 - Postado em Notícias

Governo deve definir novas regras para viabilizar leilão de milho

 Brasília, 10 – As novas regras para viabilizar os leilões de subsídio do frete para escoamento do milho do Centro-Oeste para atender criadores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina devem ser definidas ainda hoje pelo governo federal. A afirmação é do Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, que se […]

 Brasília, 10 – As novas regras para viabilizar os leilões de subsídio do frete para escoamento do milho do Centro-Oeste para atender criadores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina devem ser definidas ainda hoje pelo governo federal. A afirmação é do Secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, que se reúne hoje à tarde com o Ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, para discutir o assunto.

Segundo Caio Rocha, as portarias interministeriais que definem as regras dos leilões de Valor de Escoamento do Produto (VEP) já estão em fase final de análise e serão levadas hoje pelo secretário-adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, João Rabelo, para apreciação do ministro Guido Mantega.

O leilão de escoamento de milho, que seria realizado no dia 15 de março, foi adiado e depois cancelado pelo Ministério da Agricultura, em virtude da impossibilidade de colocar o produto nas regiões de consumo a preços abaixo dos mercados locais, por causa da regra de cálculos dos prêmios, que leva em conta a paridade de importação, que é o custo do milho argentino posto nos portos brasileiros. O governo irá alterar a regra para elevar o subsídio e viabilizar o escoamento do cereal.

Rocha disse que o governo também irá alterar o volume de aquisição do milho, que passará das atuais 6 para 25 toneladas mensais por criador. Ele diz que o volume será suficiente para que um médio criador independente de suínos, que tenha 47 matrizes, possa ter o abastecimento garantido. O secretário afirmou que o governo irá realizar neste ano leilões de leilões de opção de venda de milho para assegurar preços aos produtores de Mato Grosso. Ele disse que a quantidade de prêmios a ser ofertada e as datas de realização dos pregões e vencimento das opções ainda não foram definidas.

Fonte: Agencia Estado 

imprensa@faep.com.br