Comissões de Trabalho

Sanidade Agropecuária


Essa comissão só será convocada quando ocorrer algo emergencial


O Paraná está entre os principais estados produtores e exportadores do país. Esta condição tem impulsionado produtores e agroindústrias a buscarem constantemente adequar-se às crescentes exigências qualitativas e sanitárias dos mercados interno e externo. Consumidores cada vez mais informados e participativos e países produtores cada vez mais competitivos são elementos que intensificam as exigências sanitárias e a atuação das agências internacionais que mediam estas relações.

Esta realidade do mercado e da política sanitária se reflete na atividade produtiva interferindo na renda, uma vez que políticas de preços pagos aos produtores estão cada vez mais atrelados à qualidade sanitária dos produtos. Outro fator que influencia as políticas sanitárias são as crescentes preocupações com a saúde pública, num comércio cada vez mais globalizado, as preocupações com os riscos de epidemias ou de pandemias provocados por agentes relacionados aos alimentos é uma preocupação constante de todos os povos.

A Federação da Agricultura preocupada em acompanhar as políticas sanitárias animal e vegetal sempre participou dos principais fóruns nacionais e internacionais para interferir sempre que necessário e manter os produtores sempre atualizados com informações estratégicas sobre sanidade agropecuária.

A Comissão Técnica de Sanidade Agropecuária foi criada com o objetivo de estabelecer um espaço para que representantes das principais cadeias produtivas do Estado possam orientar o posicionamento da FAEP na condução das políticas sanitárias da entidade.

 Membros

Nome da entidadeCargoMembro

imprensa@faep.com.br