Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 14/01/2014 - 13h57
Postado em Agronegócios

14/01/2014 13h57 - Postado em Agronegócios

Exportações do campo sobem 4,3% e chegam a quase US$ 100 bilhões

As exportações do agronegócio brasileiro renderam US$ 99,97 bilhões em 2013, alta de 4,3% ante os US$ 95,81 bilhões registrados no ano anterior, informou ontem a secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/MDIC). Mais uma vez, o carro-chefe foi o complexo soja (grão, farelo […]

As exportações do agronegócio brasileiro renderam US$ 99,97 bilhões em 2013, alta de 4,3% ante os US$ 95,81 bilhões registrados no ano anterior, informou ontem a secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura com base em dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex/MDIC).

Mais uma vez, o carro-chefe foi o complexo soja (grão, farelo e óleo). Ao todo, a receita desse grupo de produtos somou US$ 30,96 bilhões, o equivalente a 31% das vendas externas do agronegócio. Trata-se de avanço de 18,6% na comparação com os US$ 26,1 bilhões registrados no acumulado de 2012.

De acordo com a secretaria, as exportações de soja em grão alcançaram o valor recorde de US$ 22,81 bilhões no ano passado, crescimento de 30,7% ante os US$ 17,4 bilhões apurados no ano anterior. Na mesma comparação, o volume de soja em grão embarcado cresceu 30%, para 42,8 milhões de toneladas – ou pouco mais de 50% da safra brasileira de soja 2012/13.

No ano passado, as exportações brasileiras de carnes atingiram US$ 16,8 bilhões, incremento de 6,7% na comparação com os US$ 15,74 bilhões embarcados em 2012. O grande destaque foi a carne bovina, cujas exportações cresceram 15,9% e atingiram o recorde de US$ 6,6 bilhões.

Também recorde, as exportações brasileiras de milho somaram US$ 6,25 bilhões no ano passado, crescimento de 18,2% em relação ao total registrados no acumulado de 2012. Em volume, o Brasil exportou cerca de 26,61 milhões de toneladas do grão em 2013, crescimento de 34,5% sobre as 19,78 milhões de toneladas do ano anterior.

As exportações do complexo sucroalcooleiro (açúcar e etanol), por sua vez, amargaram uma queda de 8,8% em 2013, para US$ 13,72 bilhões. A queda da receita desse segmento é consequência direta da retração dos preços internacionais do açúcar, uma vez que as exportações aumentaram 11,1% em volume para 27,15 milhões de toneladas. Em contrapartida, o preço médio desses embarques recuou quase 8%.

No ano passado, o principal destino das exportações do agronegócio foi a China, ultrapassando pela primeira vez a União Europeia, informou a secretaria. Ao todo, o país asiático gastou US$ 22,8 bilhões com a importação de itens do agronegócio brasileiro, incremento de 27,3%. Por seu turno, os europeus gastaram US$ 22 bilhões, retração de 2,7%. A secretaria destacou que, não fossem as vendas para a China, as exportações do agronegócio brasileiro teriam recuado em 2013.

Do lado das importações, a secretaria informou que o Brasil gastou US$ 17,06 bilhões com a compra de produtos agropecuários do exterior, avanço de 4% ante 2012. O trigo foi o principal produto (US$ 2,42 bilhões). Com isso, a balança do agronegócio brasileiro teve um superávit de US$ 82,91 bilhões no ano passado.

Fonte: Valor Econômico

Título da Postagem: Exportações do campo sobem 4,3% e chegam a quase US$ 100 bilhões

imprensa@faep.com.br