Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/02/2019 - 14h17
Postado em Destaques, Notícias

20/02/2019 14h17 - Postado em Destaques, Notícias

Erva-mate do Paraná ganha destaque internacional

Capacitações do SENAR-PR contribuíram para a qualificação dos produtores e desenvolvimento da cultura

No nível nacional, o Paraná ocupa o primeiro lugar na produção de erva-mate. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2017, o Estado produziu cerca de 540 mil toneladas, 55,6% da produção brasileira. De acordo com o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab), os municípios paranaenses que mais produziram erva-mate naquele ano foram Cruz Machado, (85 mil toneladas); São Mateus do Sul, (67 mil toneladas); Bituruna, (44 mil toneladas); e General Carneiro, (33,5 mil toneladas).

Nos próximos anos, a atividade deve ganhar um novo impulso com a Lei 13.791/19, que institui a Política Nacional da Erva-Mate, e incentiva a produção, a industrialização e a comercialização do produto no Brasil, além da oferta de linhas de crédito e de financiamento e assistência técnica aos produtores.

Segundo o supervisor regional do SENAR-PR de Irati, na região Sudeste, Eduardo Mercado, a política da erva-mate irá criar meios para uma nova expectativa da cadeia produtiva, com profissionalização, qualidade, normas de segurança adequadas e, principalmente, o incentivo à melhor organização do setor. “Hoje o mercado está mais firme, com preços maiores. Com isso, evidentemente é uma cadeia que começa a ter maior valor econômico agregado e a ter exploração em outros tipos de aplicação, de acordo com as novas demandas da agroindústria”, explica.

Para Mercado, nos últimos anos, a cultura da erva-mate está chamando mais atenção e gerando mais rentabilidade. E o SENAR-PR tem um papel fundamental nesse processo. “Além dos cursos específicos para a erva-mate, a entidade tem capacitações mais abrangentes, como uso de foice e machado em cultivos florestais, trabalho em altura para o caso de ervais mais altos, operação de roçadeiras. Todos são cursos de apoio à atividade”, complementa.

Leia a matéria completa no Boletim Informativo.

Título da Postagem: Erva-mate do Paraná ganha destaque internacional

imprensa@faep.com.br