Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/01/2016 - 09h12
Postado em Destaques, Logística

28/01/2016 09h12 - Postado em Destaques, Logística

Da lama ao caos

Excesso de umidade já provoca perdas na safra de verão. Danos à infraestrutura podem piorar ainda mais o cenário para o produtor

A chuva não deu trégua nas últimas semanas e os temporais provocaram estragos em várias regiões do Paraná. Segundo balanço da Defesa Civil, divulgado no último dia 25 de janeiro, o governo estadual declarou 25 municípios em situação de emergência por causa das fortes chuvas no Estado que abrangem as cidades de Reserva, Sabáudia, Jataizinho, Rio Bom, Rolândia, Tamarana, Siqueira Campos, São José da Boa Vista, Presidente Castelo Branco, Wenceslau Brás, Califórnia, Santana do Itararé, Arapongas, Nova Esperança, Pinhalão, Londrina, Ibaiti, Apucarana, Mandaguaçu, Jaguariaíva, Caloré, Cambé, Figueira, Ibiporã e Salto do Itararé.

Durante a Assembleia geral da FAEP, realizada no último dia 25 de janeiro, não faltaram relatos de barreiras que deslizaram, pontes que sumiram e estradas viraram riachos. Ainda não há um levantamento oficial sobre o tamanho do prejuízo provocado pelas enxurradas, mas alguns problemas já são visíveis como a queda de terraços, curvas de nível e a erosão em algumas regiões. Na região de Londrina, uma das mais atingidas pela chuvarada, segundo o presidente do Sindicato Rural, Narciso Pissinati, as chuvas danificaram 19 pontes e seis delas foram completamente destruídas. De acordo com ele, até o momento as estradas rurais estão intransitáveis e cheias de buracos. A situação não é diferente em outras regiões do Paraná.

Na primeira edição do Boletim Informativo de 2016, você confere  os estragos provocados pela chuva em todo o Estado, clique aqui. Veja também algumas imagens de como está a situação na região Noroeste: https://www.flickr.com/photos/sistemafaep/sets/72157661715063073

 

Título da Postagem: Da lama ao caos

imprensa@faep.com.br