Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/01/2017 - 09h13
Postado em Destaques, Trigo

20/01/2017 09h13 - Postado em Destaques, Trigo

Conab realiza leilões de trigo na próxima quarta-feira

Contando com o próximo, foram realizadas seis rodadas de leilões no Estado, sendo 227 mil toneladas por meio do PEP e 240 mil toneladas por meio do PEPRO

Por Tânia Moreira Alberti, economista do DTE | FAEP

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) irá realizar, na próxima quarta-feira (25), mais dois leilões para o trigo nos Estados do Sul. Por meio do leilão de Prêmio para Escoamento do Produto (PEP), de aviso número 20/17, serão ofertados 30 mil toneladas de trigo no Paraná e Rio Grande do Sul. No Paraná, a quantidade ofertada será de 12 mil toneladas.

Por meio do Prêmio Equalizador pago ao Produtor Rural (PEPRO), de aviso número 19/17, serão ofertadas 84 mil toneladas, sendo 10 mil toneladas no Paraná. Os prêmios, para os dois leilões, serão divulgados posteriormente pela Conab. No último leilão, ocorrido no dia 18 de janeiro os prêmios, para o PEPRO e PEP, foram de R$ 0,244 por quilo.

Ações da FAEP diante da queda no preço

Desde setembro do ano passado, momento em que o preço do trigo no Paraná começou a oscilar abaixo do preço mínimo da Política de Garantia dos Preços Mínimos (PGPM), estabelecido em R$ 38,65 por saca, a FAEP passou a alertar o governo sobre o cenário de ampla oferta global, de aumento na produção na Argentina e sobre a necessidade de medidas de apoio ao trigo paranaense. Com a queda do preço recebido pelo produtor, a FAEP solicitou o apoio à comercialização do produto, e que isso fosse realizado com antecipação para evitar que os prejuízos ao produtor fossem cada vez maiores.

O governo atendeu ao pedido da FAEP com a realização de leilões de PEP e PEPRO somente a partir de dezembro do ano passado. Desde então, foram ofertadas no Estado 227 mil toneladas de trigo por meio do PEP e 240 mil toneladas por meio do PEPRO com a realização de seis rodadas de leilões, contando com o próximo dia 25.

As negociações se deram com baixo interesse, sendo negociados 34,6% no PEPRO e 15,4% no PEP até o quinto leilão. Isso ocorreu devido o valor dos prêmios ofertados, que necessitam ser reajustados, considerando a alta dos fretes com a proximidade da colheita de verão.

A FAEP solicitou também que os valores dos prêmios fossem reajustados e, além disso, que fossem realizadas Aquisições do Governo Federal (AGF) no valor de R$ 50 milhões no Paraná.

Preço atual permanece abaixo do preço mínimo com 54% do produto comercializado

Da safra de 3,43 milhões de toneladas no Estado, o percentual comercializado até a primeira quinzena de dezembro foi de 54%, segundo a Secretaria da Agricultura do Estado do Paraná (Seab). Assim, quase metade da safra do Estado não encontra liquidez, com preços de R$ 33,43 por saca, abaixo do preço mínimo e bem abaixo do custo de produção.

Taxa de câmbio surpreende com valorização recente e incentiva a importação

A recente valorização da taxa de câmbio tem contribuído para o aumento expressivo das importações sob um cenário de ampla oferta, e aumento de produção no principal concorrente do cereal brasileiro.

Desde o início do ano comercial do trigo já foram importadas 3,49 milhões de toneladas, 48% provenientes da Argentina e 28,8% provenientes dos Estados Unidos. Esse volume já é o maior da série histórica desde 1997, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com os menores preços desde 2006. Na Bolsa de Chicago o preço do trigo é em média 33% inferior ao preço médio das últimas cinco safras.

Safra da Argentina

O Ministério da Agroindústria da Argentina estima a produção do país em 16,5 milhões de toneladas com alta de 46% em relação à safra passada, com aumento de área de 19,7%. A Bolsa de Cereais informa que a colheita está finalizada.

Título da Postagem: Conab realiza leilões de trigo na próxima quarta-feira

imprensa@faep.com.br