Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 11/06/2015 - 11h20
Postado em Agronegócios

11/06/2015 11h20 - Postado em Agronegócios

Capacidade de armazenagem agrícola fica em 159,3 milhões de ton

Houve uma redução de 13,8% no número de estabelecimentos ativos da rede armazenadora do país

No segundo semestre de 2014, em decorrência principalmente de reformulação na Pesquisa de Estoques, houve uma redução de 13,8% no número de estabelecimentos ativos da rede armazenadora do país. Com isso, a capacidade útil instalada caiu 2,6% em relação ao primeiro semestre de 2014. No segundo semestre de 2014, esta rede contava 7.927 estabelecimentos ativos, dos quais 46,5% encontravam-se na região Sul, 25,6% na região Centro-Oeste, 18,6% na Sudeste, 6,5% na Nordeste e 2,8% na região Norte.

A publicação completa da pesquisa pode ser acessada na página http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/agropecuaria/estoque.

Com capacidade para 65,9 milhões de toneladas, silos predominam na rede armazenadora

Em termos de capacidade útil armazenável, os silos predominam no país, com 65.934.801 toneladas no segundo semestre de 2014, sendo o único tipo de armazenagem que variou positivamente (3,5%) entre o primeiro e segundo semestre de 2014. Em seguida, assinalam-se os armazéns graneleiros e granelizados, que atingiram 58.116.245 toneladas de capacidade útil armazenável, apresentando queda de 1,6% em relação ao semestre imediatamente anterior. Já os armazéns convencionais, estruturais e infláveis somaram 35.271.425 toneladas, o que representou uma redução de 13,7%, a maior queda entre os tipos de armazenagem.

Estoque de café cai 9,7% em relação ao segundo semestre de 2013

Sobre os estoques dos produtos em 31 de dezembro de 2014, o milho em grão é o que aparece com maior volume estocado (11.180.469 t), devido principalmente à grande colheita na 2ª safra em 2014. O trigo em grão foi o produto com o segundo maior volume estocado (5.870.060 t), pois sua colheita ocorre no último trimestre do ano.

Assim como os produtos anteriores, a soja em grão também aumentou seu volume estocado em função do aumento da produção, que em 2014 alcançou 86,4 milhões de toneladas, um crescimento de 5,8%. A colheita ocorre no primeiro semestre do ano.

No caso do arroz (em casca), a variação foi de apenas 0,6%, tendo como resultado um estoque de 2.058.163 t no final de 2014. O café total (em grão) apresentou redução nos estoques (-9,7%). A cultura sofreu com o clima quente e seco, bem como com a redução dos investimentos, já que os preços não estavam atrativos desde 2013, principalmente da espécie arábica, que possui maior valor no mercado.

 

grafico ibge

Fonte: Site IBGE

Título da Postagem: Capacidade de armazenagem agrícola fica em 159,3 milhões de ton

imprensa@faep.com.br