Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 17/12/2018 - 08h38
Postado em Destaques, Notícias, Pecuária de Corte

17/12/2018 08h38 - Postado em Destaques, Notícias, Pecuária de Corte

Boi gordo volta a ser negociado acima de R$ 150, aponta Scot

Esse valor de referência não era registrado desde a virada de mês entre setembro e outubro

A cotação da arroba do boi gordo ultrapassou os R$ 150 na sexta, dia 14, segundo levantamento da Scot Consultoria. Esse valor de referência não era registrado desde a virada de mês entre setembro e outubro.

Em São Paulo, a arroba do boi é negociada ao redor de R$ 150,50, à vista e livre de Funrural, o que representa uma alta de 1,4% nesta primeira quinzena de dezembro.

De acordo com a Scot, apesar das escalas dos frigoríficos paulistas estarem relativamente alongadas (os dias sem abate no fim de ano ajudaram a esticar o calendário das programações), a demanda firme do setor varejista estimula a compra de boiadas.

Na sexta-feira, por exemplo, foi um dia de alta da carne com osso e a carcaça chegou no maior preço nominal da série histórica. O quilo do boi casado de animais castrados ficou cotado em R$ 10,37.

Essa alta fez com que a margem do mercado atacadista de carne com osso chegasse a 20,2%, somente dois pontos percentuais de distância das indústrias que vendem a carne desossada. Essa margem de comercialização dos frigoríficos que vendem a carcaça é a maior desde meados de junho.

Neste mesmo período de 2017 a diferença entre o preço pago pelo boi e o preço recebido com a venda da carne com osso era de 17,5%. Isso ilustra a melhora do escoamento da produção, diz a Scot, em comunicado.

Matéria completa em: Canal Rural.

Título da Postagem: Boi gordo volta a ser negociado acima de R$ 150, aponta Scot

imprensa@faep.com.br