Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 22/03/2019 - 13h25
Postado em Destaques, Pecuária de Corte

22/03/2019 13h25 - Postado em Destaques, Pecuária de Corte

Análise: Paraná bate recorde na produção de carne bovina

Volume alcançou 350 mil toneladas, graças à quantidade de animais e aumento no peso médio da carcaça

O ano de 2018 foi recorde de produção de carne bovina no Paraná. De acordo com a Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, divulgada pelo IBGE, o Estado produziu quase 350 mil toneladas da proteína vermelha, incremento de 12% frente ao ano anterior, em volume e no número de abates, que totalizou 1.441.473 cabeças. A quantidade de carne produzida representa quase 11 mil toneladas a mais que o recorde anterior, de 2010, que apresentou 338,5 mil toneladas.

Entretanto, os resultados de 2018 estão diretamente relacionados ao aumento expressivo no peso de abate dos animais, frente à 2010. O recorde absoluto no número de abates permanece naquele ano, com 1,45 milhão de cabeças. Todavia, 2018 não fica muito atrás. No ano passado, o Estado abateu 1,44 milhão de bovinos, mas o que consolida o recorde atual foram os 242,6 quilos de carcaça por cabeça.

Ao analisar a série histórica 1997 a 2018, a média do peso de carcaça por animal saltou dos 224,12 quilos para os atuais 242,6 quilos, resultado de melhorias na genética dos animais, manejo de pastagens, implantação de confinamentos ou suplementação estratégica, entre outras tecnologias. Fato é que o pecuarista tem respondido às inovações do setor, alocando investimentos e buscando maior eficiência produtiva.

A metodologia do IBGE classifica os animais em bois e vacas (animais acima de 24 meses) e novilhos e novilhas (animais de até 24 meses), dados que permitem inferir a eficiência produtiva do Estado.

Leia a análise completa no Boletim Informativo.

Título da Postagem: Análise: Paraná bate recorde na produção de carne bovina

imprensa@faep.com.br