Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 19/12/2019 - 16h18
Postado em Destaques, Notícias

19/12/2019 16h18 - Postado em Destaques, Notícias

Agrinho Solos é premiado em Congresso Agropecuário

Trabalho do aluno Jackson Gaudeda, do Colégio Agrícola de Ponta Grossa, faz a releitura de história infantil adaptando conceitos técnicos

Com mais de duas décadas de história, o Programa Agrinho já se consolidou como uma referência na educação no Paraná, trazendo, anualmente, resultados práticos que impactam positivamente a vida de milhares de estudantes. A história não poderia ser diferente com o Agrinho Solos, criado em 2017 em parceria com o Programa Integrado de Conservação de Solo e Água do Paraná (Prosolo), voltado para a conservação de solos e água.

Em outubro deste ano, um projeto do Agrinho Solos ficou em 1º lugar na categoria Ensino Médio no Congresso Agropecuário, Industrial e Tecnológico do Paraná (Conaitec), cujo tema era “Tecnologia e Inovação no Campo”. O artigo premiado “Projeto Agrinho Solos, Preservar Também é Coisa de Criança” é de autoria do aluno Jackson Gaudeda Inglês de Lara, do Colégio Agrícola Estadual Augusto Ribas, de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. O trabalho, sob orientação dos professores Adali Leite Torres e Gislaine Gabardo, também foi reconhecido no Concurso Agrinho 2019, em 4º lugar a nível estadual na categoria Colégio Agrícola.

O projeto surgiu a partir do curso Agrinho Solos, realizado pelos estudantes do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Agrícola, com o objetivo de formar disseminadores do tema de conservação de solos. Posteriormente, a proposta era montar oficinas para alunos do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental I das escolas públicas de Ponta Grossa para repassar o conhecimento adquirido no curso, tais como plantio direto, poluição, erosão, conservação, uso e manejo correto dos solos.

De acordo com o diretor do Colégio Agrícola, Alcebíades Baretta, iniciativas como essa são oportunidades importantes para os alunos começarem a montar um currículo e desenvolverem competências e habilidades. “É um amadurecimento profissional e para a vida, possibilitando a formação como ser humano”, ressalta.

Reconhecimento

A ideia de Jackson Gaudeda foi inspirada na literatura. O aluno fez uma releitura da história infantil “Os três porquinhos”, adaptando os conteúdos a serem trabalhados com as crianças. “A partir do momento que comecei a ter o hábito da leitura, minha vida mudou positivamente em vários aspectos. Então, tentei assimilar isso no projeto, saindo da ideia original e escrevendo minha própria história. A ideia em si foi relacionar o conhecimento técnico de conservação de solos com o incentivo à leitura, de forma que transmitisse o assunto”, conta.

Para Gaudeda, a conquista da medalha de ouro no Conaitec foi ainda mais especial por ser a primeira vez que participou de um congresso. “Sair premiado motivou muito mais”, revela. “A princípio, quando escrevi a história, tinha como objetivo, além de participar do concurso, somar ainda mais para o Programa Agrinho. Foi uma experiência e tanto”, complementa.

Com a conclusão do Ensino Médio e do curso de “Técnico em Agropecuária”, Gaudeda também revela seus planos futuros: quer trabalhar e cursar Agronomia. Nesta caminhada, a experiência adquirida com o Agrinho Solos e outros cursos do SENAR-PR – o aluno também participou do Programa Jovem Agricultor Aprendiz (JAA) – são diferenciais.

“Gosto muito da metodologia e da dinâmica de ensino do SENAR-PR. Sem sombra de dúvidas, aumentou muito minha bagagem de conhecimento. Além de ajudar na minha vida profissional, também pude trabalhar outras habilidades no âmbito pessoal, como oratória e automotivação”, destaca.

Para o colégio agrícola, segundo o diretor Baretta, fica o legado. Muito mais que a satisfação de ver alunos sendo premiados, ele espera que isso sirva de inspiração para outros jovens. “Temos uma equipe excelente que trabalha em prol do aprendizado do aluno, em que caminhamos juntos na mesma direção. Agradecemos todo o suporte e parcerias. É gratificante para o colégio proporcionar o desenvolvimento e participar da construção de cada um, e esperamos que venham mais exemplos positivos”, afirma.

Leia a notícia completa no Boletim Informativo.

Título da Postagem: Agrinho Solos é premiado em Congresso Agropecuário

imprensa@faep.com.br