Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/10/2013 - 12h00
Postado em Agrinho

28/10/2013 12h00 - Postado em Agrinho

Agrinho 2013 – Discurso Ágide Meneguette

O Agrinho atingiu a maioridade!

Este ano, nosso herói está completando 18 anos de idade. Não fosse ele um
personagem, estaria se habilitando a servir o exército e provavelmente
tirando a sua carteira de motorista e entrando para um curso superior,
certamente das ciências agrárias.

Mas o Agrinho é como Peter Pan, …..um eterno adolescente.

O Agrinho e seus irmãos – a Aninha e o Nando – existem para uma boa causa: a
de ajudar a levar às crianças e aos jovens que cursam o ensino básico de
nossas escolas – públicas e privadas – noções de saúde e higiene, meio
ambiente, direitos e deveres. E sobretudo, ética.

Este é o grande programa social do Senar Paraná, que mobiliza todos os anos
mais de 1 milhão e meio de crianças e jovens, capitaneadas por 80 mil
professores.

É um programa e tanto e se destina a criar uma geração de cidadãos
conscientes, críticos e atuantes.

Mas para que o Senar Paraná pudesse levar avante um programa desta
envergadura é porque tem parceiros interessados no seu sucesso.

O Governo do Estado, através das secretarias de Educação, da Agricultura, do
Meio Ambiente e da Justiça e Cidadania.

Apoio da  Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego, da Receita
Federal, do Ministério Público do Trabalho, do Tribunal Regional do
Trabalho, da Previdência Social, do Banco do Brasil, da Itaipu Binacional e
da empresa Dow Agrosciences.

 

Das prefeituras por  suas secretarias de educação, dos diretores das
escolas, dos sindicatos rurais e seus  mobilizadores   e do corpotécnico do
Senar.

Mas, sobretudo, o Agrinho deve seu sucesso aos abnegados professores que
souberam tirar das cartilhas do programa ensinamentos para seus alunos.

A esses professores as minhas homenagens e os meus mais profundos
agradecimentos.

Mas o Senar Paraná não é apenas o Agrinho, nem outros tantos programassociais que desenvolve em todo o estado.

O Senar Paraná tem como sua missão principal a capacitação do trabalhador e do produtor rural, visando sempre o aumento da produção e da produtividade e, acima de tudo, a renda e o bem estar da família rural.

Desde quando foi criado, em 1993, portanto há 20 anos, o Senar Paraná já qualificou mais de  1 milhão e duzentos mil trabalhadores e produtores rurais, nas mais diversas atividades do campo.

Desde as mais simples até as complexas que requerem conhecimentos de nível superior. Focou sua ação principalmente na gestão da propriedade, condição
para que o trabalhador e o produtor pudessem escolher novos cursos e novos  caminhos, produzir melhor e obter mais renda.

Grande também tem sido o volume de cursos em mecanização, atendendo aos  modernos requisitos de produção e competitividade.

Hoje, o Senar Paraná possui cursos de Agricultura de Precisão, o que há de  mais avançado; e disponibiliza ensino a distância como forma de aperfeiçoar nossos trabalhadores e produtores.

Significativos são três programas:

O primeiro deles é o Jovem Agricultor Aprendiz, que já formou 40 mil jovens  com idade entre 14 e 18 anos com cursos com até 224 horas.

Outro, é o Empreendedor Rural, este uma parceria entre o Senar Paraná, o Sebrae, a Fetaep e a Faep. Mais de 21 mil trabalhadores e produtores  passaram por cursos do Empreendedor.

Com grande participação, o programa Mulher Atual, que já mobilizou 17.200 trabalhadoras, esposas e filhas de trabalhadores e produtores rurais.

Vejam como é ampla a ação do Senar Paraná, que hoje abrange os 399  municípios do estado com algum curso, seja de qualificação profissional, seja de cunho social.

Mas de todas as ações do Senar,  é o Agrinho que nos toca mais. Talvezporque envolva crianças e jovens e contribua para a formação de um cidadãoou uma cidadã completos, com consciência de seus direitos, mas também de seus deveres.

Não por acaso há uma festa como esta. É o nosso prazer saber que estamos contribuindo para uma geração melhor.

E é nesta festa que se repete todos os anos que manifestamos a nossa gratidão aos parceiros que acreditaram neste programa e deram a sua chancela.

Mas o Agrinho na sua maioridade também precisa mudar.

E é por isso que a partir do ano que  vem novas cartilhas serãodistribuídas  a professores e alunos, procurando estreitar ainda mais os laços que unem o campo e a cidade.

Sempre foi nosso objetivo, entre outros,  valorizar as lides do campo, o trabalhador e o produtor rural, mostrando a sua imensa contribuição para a sociedade. E este é um fato que terá mais ênfase nesta nova coleção do Agrinho.

Eu agradeço o prestígio que nos proporciona a presença de nossas autoridades, de nossos parceiros, de nossos convidados.

Sinto- me feliz pela presença dessas crianças e desses jovens, de seus professores e seus pais.

Que esta festa do Agrinho seja uma lembrança prazerosa para toda a vida, para todos nós.

Muito Obrigado

Ágide Meneguette

Ouça o discurso, clique aqui

Título da Postagem: Agrinho 2013 – Discurso Ágide Meneguette

imprensa@faep.com.br