Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 04/10/2016 - 09h03
Postado em Destaques, Feijão

04/10/2016 09h03 - Postado em Destaques, Feijão

Semana das Leguminosas já está com inscrições abertas em todo Estado

A proposta é que os cozinheiros usem de sua criatividade para valorizar as leguminosas, como o feijão, na produção de suas receitas

De 10 a 16 de outubro, os principais chefes e cozinheiros de restaurantes no Paraná vão poder participar da Semana das Leguminosas, uma iniciativa da FAO-Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, com o apoio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado. As inscrições para participação estão abertas para os estabelecimentos comerciais em todo Estado.

A promoção faz parte do Ano Internacional das Leguminosas que busca incentivar atividades colaborativas com governos, empresas e organizações não governamentais para aumentar a consciência pública sobre os benefícios nutricionais destes alimentos.

A proposta é que os cozinheiros usem de sua criatividade para valorizar as leguminosas na produção de receitas e pratos diversificados.

MAIOR PRODUTOR DE FEIJÃO – O feijão é o carro-chefe, mas a ideia é valorizar outras leguminosas como fava, lentilhas, soja, broto de alfafa, amendoim, grão de bico e ervilhas. O Paraná se destaca como o maior produtor de feijão do Brasil.

Segundo o engenheiro agrônomo do Deral, Carlos Alberto Salvador, o Estado produz três safras. A primeira está sendo plantada agora, com 41% da área já semeada. A previsão é cultivar 198 mil hectares. Essa área está 7% acima da que foi plantada no ano passado, que atingiu 185 mil hectares neste período do ano.

A estimativa de produção também é maior do que a safra passada, passando de 294 mil toneladas para 370 mil toneladas. A safra que está no campo apresenta ótimo desenvolvimento, com a colheita prevista para final de novembro e inicio de dezembro, segundo os últimos dados do Deral.

“Se as condições normais de clima se mantiverem até o final do ano, o mercado de feijão estará com mais oferta para o consumo no varejo, o que pode significar queda nos preços”, avalia Salvador. Por enquanto os preços pagos ao produtor permanecem atrativos, em torno de R$ 318,42 a saca de 60 quilos para o feijão de cor e R$ 205,85 a saca de 60 quilos para o feijão preto.

INCENTIVO PARA ROTAÇÃO DE CULTURAS – Segundo Valter Bianchini, oficial nacional da FAO, Unidade Sul do Brasil, eventos envolvendo várias atividades em torno das leguminosas estão acontecendo em todo o mundo este ano. “São oportunidades para facilitar trocas de experiências técnicas e conexões de negócios com esta importante cadeia produtiva de alimentos”, diz.

Consumidas pelos humanos e animais e cultivadas por civilizações em todo o mundo por mais de 10 mil anos, as leguminosas representam uma vasta família de plantas, incluindo mais de 727 gêneros e mais de 9 mil espécies, segundo a FAO.

Bianchini ressalta ainda que estas atividades induzem o aumento de produção e consumo das leguminosas, além de ajudar a aprimorar as rotações de culturas nas lavouras. “As leguminosas têm uma grande capacidade para fixar o nitrogênio, melhorando a fertilidade do solo, sendo uma excelente opção para a rotação de culturas”.

SERVIÇO – As inscrições para os restaurante participarem da Semana das Leguminosoas podem ser feitas pelo e-mail eventos@ibrafe.org.

Tags:, , , ,

Título da Postagem: Semana das Leguminosas já está com inscrições abertas em todo Estado

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom