Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 06/12/2010 - 12h00
Postado em Notícias

06/12/2010 12h00 - Postado em Notícias

Segundo leilão de trigo negocia 73,6% no Paraná

A Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB divulgou o resultado do segundo leilão de Prêmio de Escoamento do Produto – PEP para trigo em grãos realizado nea última quinta-feira, 02 de novembro. No Paraná foram negociadas 140 mil toneladas das 190 mil toneladas ofertadas, ou 73,6%. Na região I, mais distante do porto as 135 […]

A Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB divulgou o resultado do segundo leilão de Prêmio de Escoamento do Produto – PEP para trigo em grãos realizado nea última quinta-feira, 02 de novembro. No Paraná foram negociadas 140 mil toneladas das 190 mil toneladas ofertadas, ou 73,6%.

Na região I, mais distante do porto as 135 mil toneladas ofertadas foram comercializadas integralmente ao prêmio máximo de R$ 77,00 por tonelada.

Na região II o interesse foi de apenas 9%, ou seja, das 55 mil toneladas ofertadas apenas 5 mil toneladas foram negociadas. O prêmio máximo atingiu R$ 54,00 por tonelada.

O estado do Rio Grande do Sul teve comercialização integral e Santa Catarina de 23%. Os estados da região Sul comercializaram 397 mil toneladas das 470 mil toneladas ofertadas ou 84% com destino às regiões Norte e Nordeste.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA o próximo leilão deve ocorrer em 09 de novembro, na próxima quinta-feira. No Paraná deve ser ofertada a mesma quantidade do leilão de hoje, 190 mil toneladas.

FAEP e OCEPAR estão solicitando ao Ministério da Agricultura aumento no apoio à comercialização para 2 milhões de toneladas no volume em vez das 600 mil toneladas previstas pelo Ministério de Agricultura. As entidades buscam também aumento nos prêmios dos leilões para dar maior liquidez na comercialização. Os atuais valores ofertados nos leilões são insuficientes para fechar a conta do escoamento do trigo para as regiões consumidoras e cobrir o custo do frete e o pagamento do preço mínimo ao produtor.

imprensa@faep.com.br