Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 12/09/2011 - 12h00
Postado em Notícias

12/09/2011 12h00 - Postado em Notícias

Produção: O Estado cultiva em média 15 mil toneladas de morango por ano

O morango paranaense deve receber o selo de "certifica??o de alimento saud?vel" Os produtores de morango do Paran? est?o ganhando mais um importante aliado na produ??o da cultura no Estado. Um grupo de pesquisadores e t?cnicos ligados ? agricultura tem ajudado a monitorar e dar suporte ? produ??o integrada. Assim como a ma?? brasileira, que […]

O morango paranaense deve receber o selo de "certifica??o de alimento saud?vel"

Os produtores de morango do Paran? est?o ganhando mais um importante aliado na produ??o da cultura no Estado. Um grupo de pesquisadores e t?cnicos ligados ? agricultura tem ajudado a monitorar e dar suporte ? produ??o integrada. Assim como a ma?? brasileira, que j? ganhou o mercado internacional com exporta??es estimadas em 100 mil toneladas por ano, o morango paranaense tamb?m poder? receber num curto espa?o de tempo o "selo de certifica??o de alimento saud?vel".

"Essa exig?ncia j? est? sendo adotada nos principais mercados do mundo. Procedimentos fitossanit?rios mais rigorosos para a importa??o de frutas in natura, ou processadas, est?o obrigando n?o s? os agricultores brasileiros, como tamb?m os t?cnicos da ?rea, a reverem seus conceitos de plantio, uso de agrot?xicos e manejo da cultura", diz o engenheiro agr?nomo Paulo Andrade, do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento.

Segundo ele, outras 16 frutas tamb?m est?o sendo monitoradas nas pr?ticas corretas de produ??o e de suporte confi?vel "por utilizar pr?ticas consideradas ambientalmente corretas, economicamente vi?veis e socialmente justas".

Para Andrade, o uso do termo "alimentos mais saud?veis e seguros" tende a ganhar import?ncia na tomada de decis?o de compra pelo consumidor. "Ganhar? mais confiabilidade, assim como ser? refer?ncia aquele alimento que tiver garantida a sua qualidade desde o cultivo, assim como nas demais etapas da cadeia produtiva. Produzir com sustentabilidade ? o maior desafio do agricultor", afirma Paulo Andrade.

A tend?ncia, segundo os t?cnicos e pesquisadores do setor, ? que as produ??es se voltem ao sistema integrado. O modo de produzir contribui para o desenvolvimento humano, levando em conta a seguran?a do trabalhador, o cumprimento da legisla??o trabalhista, qualidade de vida dos agricultores e comunidades, conserva??o do meio ambiente, especialmente solo e ?gua, sanidade entre outros itens.

No caso do morango, o sistema de produ??o adotado pelo agricultor deve utilizar m?todos naturais, agron?micos e biol?gicos no controle de pragas e doen?as, "minimizando sempre que poss?vel o uso de produtos qu?micos". "O morango produzido no Paran? j? deixou de ser o primeiro produto com mais contamina??o pelo excesso do uso de agrot?xicos", diz o engenheiro agr?nomo do Deral. O Estado cultiva em m?dia 15 mil toneladas de morango por ano, sendo que a maior concentra??o dos 500 hectares da atual ?rea da produ??o paranaense est? no cintur?o verde da Regi?o Metropolitana de Curitiba.

A ades?o ? produ??o integrada ? volunt?ria, por?m o produtor que optar pelo sistema ter? que cumprir rigorosamente as orienta??es estabelecidas. O agricultor pode acessar o site do Minist?rio da Agricultura, ou contatar o Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Normaliza??o e Qualidade Industrial, para saber como fazer para adotar esse sistema de produ??o, inclusive verificar se o produto que deseja plantar j? tem norma t?cnica publicada. Al?m dos t?cnicos da Secretaria, participam desse projeto de monitoramento e apoio da cadeia produtiva do morango pesquisadores de diversas ?reas tem?ticas, que trabalham em busca de solu??es cient?ficas e tecnol?gicas para serem incorporadas ao sistema de produ??o de morangos, de forma a torn?-lo sustent?vel.

"Para que a produ??o integrada de morangos possa ser implementada e validada, antes ? necess?ria a constru??o de uma s?lida base de pesquisa cient?fica para respaldar as recomenda??es t?cnicas", diz Paulo Andrade. Integram ainda esse grupo professores, t?cnicos e alunos da Universidade Federal do Paran?, da Emater-PR, do laborat?rio Marcos Enrietti e das prefeituras de Curitiba e S?o Jos? dos Pinhais, e ainda associa??o de produtores de morango.

Fonte: Ag?ncia Estadual de Not?cias

imprensa@faep.com.br