Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 21/12/2011 - 12h00
Postado em Notícias

21/12/2011 12h00 - Postado em Notícias

Pouca chuva preocupa agricultores do Paraná

A baixa incidência de chuva que afeta praticamente todo o Paraná já começa a preocupar os produtores que terminaram o plantio da safra 2011/12. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, o mês de dezembro, período normalmente provido de altas ocorrências de chuvas, registra uma diminuição considerável de precipitações neste ano. Na região de Londrina, […]

A baixa incidência de chuva que afeta praticamente todo o Paraná já começa a preocupar os produtores que terminaram o plantio da safra 2011/12. De acordo com o Instituto Tecnológico Simepar, o mês de dezembro, período normalmente provido de altas ocorrências de chuvas, registra uma diminuição considerável de precipitações neste ano. Na região de Londrina, por exemplo, o órgão contabilizava até o final da tarde de ontem (19) um deficit hídrico de 170 milímetros somente nesse último mês do ano.

Sheila Paz, meteorologista do Simepar, disse que a média do município para todo o mês de dezembro deveria ser de 210 milímetros. Até agora, já na segunda quinzena do mês, o volume de chuva na região não passou dos 33 milímetros.

A especialista também apontou que no Norte do Paraná, outros municípios também têm sofrido com a estiagem. Entre 1 e 19 de dezembro, choveu apenas 16 milímetros em Apucarana, um dos índices mais baixos do Estado. Por causa desse fator, a safra poderá ser mais fraca do que a do ano anterior.

Margorete Demarchi, engenheira agrônoma do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), reforçou que existe a preocupação com o comprometimento da safra, principalmente por que 35% da área de soja e 38% de milho ainda estão em fase de florescimento. A pesquisadora explicou que o deficit hídrico eleva a perda de produtividade e que, se não chover rápido, o produtor pode ter prejuízos.

imprensa@faep.com.br