Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 13/03/2018 - 08h44
Postado em Destaques, Outras culturas

13/03/2018 08h44 - Postado em Destaques, Outras culturas

O lúpulo de Carambeí

Produtor dos Campos Gerais aposta em cultura pouco conhecida, mas utilizada amplamente na produção de cervejas

Pioneirismo, ousadia e uma dose de paixão por cerveja foram os ingredientes que levaram o produtor Ricardo Wolter, de Carambeí (Campos Gerais), a apostar numa cultura bastante incomum em terras brasileiras. Ingrediente fundamental na produção de cerveja, o lúpulo (Humulus lupulus) é uma planta de origem europeia, cultivada geralmente em climas frios, (Alemanha é o maior produtor mundial) que nunca encontrou muita receptividade em nosso clima majoritariamente tropical.

Em 2012, ele havia realizado uma ampla pesquisa para iniciar a produção, porém as informações e a assistência técnica que encontrou no Brasil eram muito escassas. A ideia ficou guardada até novembro de 2016, quando convocado para uma reunião com uma cervejaria que buscava parceiros se motivou a reservar uma área de pouco mais de 800 m2 da sua propriedade para produção da planta em caráter experimental. Embora não tenha se concretizado a parceria com a cervejaria, a plantação de Wolter cresceu e floresceu.

Segundo ele, a primeira colheita, realizada em março de 2017, foi pouco significativa, o que é comum para uma planta que ainda está em fase de desenvolvimento. Das 270 mudas plantadas ele colheu apenas seis quilos. Agora em 2018 a expectativa é fechar a colheita com 150 quilos, sendo que a produtividade ainda deve melhorar. “A produção total completa ocorre a partir do quarto ano”, explica.

Clique aqui para ler a matéria completa

Título da Postagem: O lúpulo de Carambeí

imprensa@faep.com.br