Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 02/04/2012 - 12h00
Postado em Notícias

02/04/2012 12h00 - Postado em Notícias

Industrialização fortalece cooperativas agropecuárias

O segmento agropecuário manteve a liderança no ranking nacional de cooperativas em 2011 e alcançou 1.523 de um total de 6.586 sociedades no país, indica levantamento da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). O Sistema OCB registrou, no ano passado, 10 milhões de cooperados, um incremento de 11% na comparação com o ano anterior, quando foram […]

O segmento agropecuário manteve a liderança no ranking nacional de cooperativas em 2011 e alcançou 1.523 de um total de 6.586 sociedades no país, indica levantamento da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). O Sistema OCB registrou, no ano passado, 10 milhões de cooperados, um incremento de 11% na comparação com o ano anterior, quando foram contabilizados pouco mais de 9 milhões. Os dados fazem parte de um estudo da Gerência de Monitoramento e Desenvolvimento do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

De acordo com o superintendente da OCB, Renato Nobile, o processo de agroindustrialização das cooperativas, principalmente na região Sul, foi fundamental para o aumento do número de cooperados. "Aquelas sociedades que fazem o processamento passaram a agregar mais valor e a contar com mais pessoas envolvidas, o que mostra a força desses grupos nos últimos anos", afirma Nobile.

Segundo a OCB, o número total de cooperativas, de todos os setores da economia, caiu de 6.652, em 2010, para 6.586 no ano passado. "A redução é um caminho natural em que as cooperativas se juntam, seja por fusão ou incorporação, para ter maior escala e competitividade no mercado", analisa Nobile. Ele considera esse movimento normal. "Existe uma estabilização nas regiões Sul e Sudeste, onde o cooperativismo já está estabilizado, principalmente no [segmento] agropecuário. No Norte e no Nordeste do país houve um crescimento", diz o superintendente.

A região Sudeste foi a "campeã" no número de cooperativas no país no ano passado, com 2.349 empreendimentos – 3% mais que em 2010. Em segundo lugar ficou o Nordeste, com 1.738 associações e aumento de 1% em relação ao ano anterior. A região Sul registrou uma queda de 14% no total de sociedades, de 1.227 em 2010 para 1.050 em 2011. O Norte, com 789 cooperativas em 2011, e o Centro-Oeste, com 660, completam a lista.

O levantamento da OCB, obtido com exclusividade pelo Valor, mostra um elevado crescimento no quadro de empregados, que encerrou 2011 em 296 mil, 9,3% a mais que em 2010. Mais da metade – 155 mil – fazem parte das associações agropecuárias.

O número de cooperados cresceu em geral, mas registrou uma forte retração no Nordeste. Em 2010, eram 769 mil cooperados, ante 550 mil no ano passado, uma queda de 28%. O Sudeste continua na primeira posição, com 4,7 milhões e 36% de expansão. A região Sul vem logo atrás, com praticamente 4 milhões de associados e 15% de aumento.

O relatório mostra uma previsão do comportamento do setor para os próximos cinco anos. O número de cooperativas no sistema deve ficar estabilizado. Já o total de cooperados deve chegar a 12 milhões ainda em 2012.

Fonte: Valor Econômico

imprensa@faep.com.br