Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 18/01/2011 - 12h00
Postado em Notícias

18/01/2011 12h00 - Postado em Notícias

Governo reúne entidades para aumentar exportações em 2011

Pela FAEP participa a economista do Departamento Técnico Econômico Gilda Bozza

Com vendas externas de US$ 14,176 bilhões no ano passado e alta de 26,31% em comparação a 2009, o Governo do Estado prepara um novo rumo para a internacionalização dos produtos paranaenses. Nesta terça-feira (18), o secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, realiza na sede da Fecomércio, em Curitiba, encontro com representantes de consulados e câmaras de comércio de diversos países, além das principais federações, entidades e sindicatos estaduais do setor de comércio exterior. Pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) participa a economista do Departamento Técnico Econômico Gilda Bozza.

Segundo Ricardo Barros, o objetivo é criar ações integradas na área e ainda estabelecer um calendário oficial de eventos e feiras internacionais para o Paraná. "É a segunda etapa do trabalho de internacionalizar o Estado. Vamos conversar com representantes de consulados ecâmaras de comércio e debater caminhos para ampliar o comércio exterior paranaense", disse.

Ao unir entidades, o governo pretende ampliar estruturas voltadas para o incentivo ao setor. A ideia é que cada entidade possa melhorara participação do Paraná em feiras, eventos, missões e também na recepção de empresários e investidores interessados em se estabelecer no estado.

ÍNDICES – Para o secretário, a retomada dos índices positivos da balança comercial do Estado abre boa perspectiva para o crescimento. "Voltamos aos níveis de 2008 e agora é o momento do Paraná ganhar fôlego e mostrar resultados ainda mais expressivos. Diversos setores ainda encontram dificuldades pelo valor do dólar ou perdem competitividade com produtos de outros países por questões como logística, apoio e divulgação".

A criação de projetos comuns e a formação de parcerias são consideradas metas prioritárias para ampliar novos mercados para o Paraná,seguindo a análise do secretário. "A determinação do governo Beto Richa é a atração de indústrias, criação de empregos e o estímulo do crescimento industrial por todo o Paraná. Uma  forte industrialização traz também novas potencialidades, como a exportação".

RANKING – No ranking entre os maiores exportadores de 2010,São Paulo liderou com embarques de US$ 52 bilhões, seguido de Minas Gerais, comUS$ 31 bilhões, Rio de Janeiro, com US$ 20 bilhões, Rio Grande do Sul, com US$15 bilhões, e Paraná com US$ 14,176 bilhões.

Entre os produtos que contabilizaram incremento nas exportações estaduais para o Paraná, destacam-se a soja em grão, comparticipação de 17% do total das vendas estaduais, cana-de-açúcar, óleo de soja, frango congelado, automóveis e milho.

A China foi o principal comprador de produtos paranaenses no ano passado, registrando valores acima de US$ 2,276 bilhões e crescimento de16% sobre 2009. A Argentina ficou na segunda colocação, ao gerar compras de US$1,622 bilhão e participação de 11,45%. A Alemanha veio na terceira posição,totalizando US$ 997milhões em importações de produtos estaduais.

Serviço:

Ações integradas em Comércio Exterior e o calendário oficialde eventos.

Data: 18/01/11 -terça-feira

Horário: 14 horas

Local: sede daFecomércio/PR, Rua Visconde do Rio Branco, 931, 7.º andar, Mercês, Curitiba.

Fonte:Agência Estadual de Notícias – 17/01/11

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom