Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/09/2011 - 12h00
Postado em Notícias

30/09/2011 12h00 - Postado em Notícias

FAEP: financiamento para cana-de-açúcar e exportações

FAEP reivindica financiamento para cana-de-açúcar    Diante da necessidade de garantir o abastecimento de etanol, o presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, encaminhou na quinta-feira (29) ofício à presidente Dilma Rousseff, com cópia à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, solicitando a criação de uma linha de financiamento no Banco do Brasil para a produção […]

FAEP reivindica financiamento para cana-de-açúcar 
 
Diante da necessidade de garantir o abastecimento de etanol, o presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, encaminhou na quinta-feira (29) ofício à presidente Dilma Rousseff, com cópia à ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, solicitando a criação de uma linha de financiamento no Banco do Brasil para a produção de cana-de-açúcar com recursos oriundos dos depósitos compulsórios no Banco Central. Esses recursos somam atualmente cerca de R$ 400 bilhões pelo prazo de seis anos, que corresponde à vida útil econômica de uma lavoura com 18 meses de carência, tempo necessário para o primeiro corte, a juros da Caderneta de Poupança.  “O limite de financiamento poderia ser o de 25% do total da área de lavoura e a garantia o penhor das safras com contratos de venda de álcool e açúcar”, mostra o ofício.
 
FAEP solicita linha de crédito para financiar empresas exportadoras brasileiras
 

O presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, encaminhou ainda ofício ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério da Fazenda, presidência e vice-presidência do Banco Brasil, propondo ao Banco Central do Brasil a criação de uma linha especial de crédito para financiar empresas exportadoras brasileiras com taxas de juros de 1,35% ao ano, como vinha sendo praticadas no início de setembro. Segundo ele, o custo do crédito para exportação às empresas brasileiras mais do que dobrou nos últimos dias com a saída dos bancos europeus, que reduziram drasticamente suas linhas de crédito com esta finalidade.    

De acordo com notícias de agencias especializadas, o custo com prazo de vencimento de um ano subiu de 1,35% para até 2,35% no início de setembro. Este aperto no crédito coincide com o aumento na procura pelos adiantamentos sobre Contratos de Adiantamentos de Cambio (ACC), que neste ano até setembro, já chegou a U$ 38,8 bilhões e a participação dos bancos europeus neste montante atinge de 30% a 40%, conforme o Bacen.                           

O pedido da FAEP preservará a competitividade das companhias nacionais, no momento em que as taxas de cambio estão em patamares mais favoráveis, inibindo as especulações infundadas dos bancos americanos.
 

imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom