Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 21/09/2010 - 12h00
Postado em Notícias

21/09/2010 12h00 - Postado em Notícias

Clima atrasa plantio de grãos nos Campos Gerais/PR

Clima atrasa plantio de grãos nos Campos Gerais/PR

Produtores aguardam volumes mais expressivos de chuva para iniciar plantio do milho e dar continuidade ao feijão. Em algumas cidades há registros de perdas

Produtores de grãos da região dos Campos Gerais estão aguardando um volume de chuva mais expressivo para iniciar o plantio do milho e do feijão das águas, que já deveria ter iniciado, mas foi atrapalhado pela estiagem que afetou a região. A escassez de chuva também mudou o panorama de colheita do trigo, que teve o ciclo de maturação antecipado.

Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral),do núcleo regional da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), por conta da estiagem o plantio do feijão das águas ou da primeira safra foi paralisado na região. O plantio, conforme o engenheiro agrônomo do Deral, José Roberto Tosato, estava ocorrendo desde o final de julho, em cidades como Reserva, Ivaí, entre outras. "Sem chuva e com excesso de calor o feijão definhou. Nestes casos, o produtor terá que fazer o replantio", explica. Segundo estimativas do Deral, em torno de 2mil hectares do feijão das águas terá que ser replantado na região. Além do feijão das águas, o clima também atrasa o plantio do milho, que deveria ter iniciado em 1º de setembro na região dos Campos Gerais. Segundo o Deral, nada foi plantado em função do clima até agora. "Os produtores estão esperando um volume expressivo de chuva para plantar, caso contrário vai segurar o plantio para evitar perdas", diz. O período ideal de plantio de milho na região, conforme o Deral, abrange o período de 1º a 30 de setembro, com toleração até 15 de outubro, mas com risco de queda de produtividade.

Fonte: Gazeta do Maringá

imprensa@faep.com.br