Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 09/12/2010 - 12h00
Postado em Notícias

09/12/2010 12h00 - Postado em Notícias

Agricultura gastou apenas 64 mi dos R$ 300 milhões previstos com trigo

FAEP E OCEPAR querem apoio para 2 milhões de toneladas do Paraná

A Companhia Nacional de Abastecimento – Conab realizou nesta quinta-feira (09/12/10) o terceiro leilão de Prêmio de Escoamento do Produto – PEP para trigo em grãos. No total foram comercializadas 415 mil toneladas, equivalente a 88% da quantidade ofertada nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

No Paraná , a região I, mais distante do porto, negociou integralmente a quantidade ofertada de 135 mil toneladas ao prêmio final de R$ 74,00 por tonelada. Na região II os negócios fecharam em 25 mil toneladas ou 45% da quantidade ofertada de 55 mil toneladas. O prêmio para esta região fechou em R$ 51,00 por tonelada.

De acordo com a portaria 1.071 publicada em Diário Oficial da União em 08 de novembro de 2010, o recurso total disponibilizado seria de 300 milhões de reais, mas somente 21% do total dos recursos previstos foram utilizados. Desde o primeiro leilão a quantidade ofertada total nos três estados somou 1,24 milhões de toneladas de trigo totalizando o gasto com prêmio de 64 milhões de reais.

No Paraná a quantidade total ofertada nos três leilões na Região I (mais longe do Porto) foi de 355 mil toneladas com prêmios entre R$ 74,00 e R$ 77,00 por tonelada com deságio. Isso quer dizer que houve procura acima da oferta mesmo porque não há compradores no mercado e os leilões tem sido a única opção de comercialização. O total negociado foi de 336 mil toneladas ou 94%. Na região II (mais próxima do Porto) apenas 30 mil toneladas foram negociadas das 145 mil toneladas ofertadas com prêmios de R$ 51,00 a R$ 75,00, sem deságio. Produtores e cooperativas têm reclamado que o prêmio é baixo e a conta na fecha para o pagamento do frete.

Somando as duas regiões a oferta total no estado do Paraná foi de 500 mil toneladas, sendo negociadas 366 mil toneladas , com gasto total de 25 milhões em prêmio. No entanto, a safra paranaense totalizou 3,2 milhões de toneladas de trigo, ou seja, 57% da produção nacional. Segundo a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento – SEAB/PR 27% da safra foi comercializada, mas esse número pode ser menor, pois não representa o escoamento da produção. Muito produtores com dívidas venderam parte da produção na própria cooperativa, mas por falta de compradores as cooperativas não conseguem comercializar e escoar o produto.

Segundo o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, devem ser comercializadas 1,6 milhões de toneladas de trigo. No Paraná, líder na produção de trigo, a oferta seria de apenas 600 mil toneladas, quando FAEP e OCEPAR solicitaram apoio para 2 milhões de toneladas para dar liquidez ao mercado. No Rio Grande do Sul o apoio previsto é para 800 mil toneladas, Santa Catarina 100 mil toneladas e demais estados 100 mil toneladas.
FAEP, OCEPAR e SEAB/PR preparam um documento com "Propostas de Políticas para a Triticultura Brasileira", que será entregue ao governo federal.

Resultado dos três leilões de PEPde trigo:

ESTADO QUANTIDADE OFERTADA (Mil toneladas) QUANTIDADE NEGOCIADA (Mil toneladas)  TOTAL PRÊMIO (Milhões de R$) 
PR                                              500                                              366                                          25,00
RS                                              660                                              660                                          38,60
SC                                                80                                                57                                            1,00
TOTAL                                          1.240                                          1.083                                          64,60
imprensa@faep.com.br
Agência de Internet PontoCom